X

Bia Maia e Pigossi atingem as 8ªs na Copa Gerdau

Quinta, 22 de março 2012 às 09:27:10 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Determinadas a acabar com o tabu que já dura 14 anos sem vitória brasileira na categoria 18 anos feminino da Copa Gerdau de Tênis, as paulistas Beatriz Haddad Maia e Laura Pigossi deram mais um passo rumo a este objetivo. Na quarta-feira (21) elas venceram suas partidas disputadas nas quadras da Associação Leopoldina Juvenil e conquistaram vaga nas oitavas de final da competição. Bia, como é conhecida, derrotou a argentina Carla Avella em sets diretos, parciais de 6/3 e 6/2, enquanto Laura eliminou a belga Kimberly Zimmermann por 2 a 1, parciais de 7/5, 3/6 e 6/3.

Esperança brasileira para sair do jejum, Bia já havia enfrentado Carla Avella em três oportunidades e, por isso, sabia que seu estilo de jogo se desenvolve bem diante do da adversária. “Usei bastante da velocidade na partida e consegui me impor. Não precisei mudar a minha tática de jogo”, comentou o paulista de 15 anos e cabeça de chave número 12 do torneio. “Mesmo sem um bom aproveitamento no meu primeiro serviço, consegui controlar a partida”, assegurou.

Bia diz que seu objetivo é ganhar o torneio, mas sabe que, conforme as rodadas vão passando, as dificuldades aumentam. "Existe a pressão de uma brasileira voltar a vencer a categoria mais importante do torneio, mas isso faz parte do circuito e o mais importante é entrar na quadra feliz para poder jogar o meu melhor", salientou. Nesta quinta-feira a brasileira enfrentará a norte-americana Kelsey Laurente.

CONTRA A FAVORITA - Laura Pigossi também focou na mesma tática desde o primeiro ponto do jogo para vencer Kimberley Zimmermann. "Procurei forçar a direita dela e, depois, ganhar os pontos no revés", comentou. A partida, que durou mais de duas horas, foi equilibrada, e a brasileira só conseguiu confirmar a vitória no terceiro set. "Todas as meninas estão jogando bem e as partidas serão decididas nos detalhes", disse Laura que terá ninguém menos que a cabeça de chave número 1, a norte-americana Kyle Mcphillips, como sua próxima adversária, nesta quinta-feira, na Associação Leopoldina Juvenil.

Outra brasileira que entrou em quadra na quarta-feira pela categoria 18 anos, Samantha Rego, não teve a mesma sorte. Perdeu para a boliviana Maria Deheza, cabeça 4, em sets diretos, parciais de 6/0/ e 7/5.
banner
banner