X

Federer bate gigante, é Tetra em Indian Wells e iguala Nadal

Domingo, 18 de março 2012 às 18:44:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Roger Federer, número três do mundo, manteve a confiança, derrubou o gigante John Isner e conquistou, na noite deste domingo, seu quarto título do Masters 1000 de Indian Wells, Califórnia, torneio sobre o piso rápido e que distribuiu US$ 4,7 milhões em premiação.

Leia Mais:
Djokovic ainda é o melhor, diz Federer
Veja como foi a partida!
Veja os Recordistas de Masters!
Siga o Tênis News no Twitter!!

Federer precisou de 1h21min para vencer o americano de 2,06m, que fazia sua maior final da carreira, para vencer por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (9/7) 6/3.

Roger conquista seu 73º título na carreira, 19º de Masters 1000, se igualando a Rafael Nadal como o maior vencedor deste tipo de torneio que só perde para os Grand Slams. O natural da Basileia ganha também seu terceiro título consecutivo, terceiro do ano - outros foram em Roterdã (Holanda) e Dubai (Emirados Árabes). Federer volta a ganhar o torneio californiano desde 2006. Ele foi tricampeão vencendo as edições de 2004 e 2005.

O suíço ganha sua terceira partida em quatro duelos contra Isner e se vinga da derrota na Copa Davis em pleno saibro de Friburgo que acarretou na eliminação da Suíça do Grupo Mundial no mês passado.

O jogo

A primeira etapa foi bastante equilibrada. Isner teve três chances de quebra no terceiro game, não converteu após bons saques de Roger. O set foi seguindo saque a saque e chegou a ser paralisado por cerca de 10 minutos no sexto game por conta de uma garoa. No retorno Federer teve um set-point na devolução no 12º game salvo com grande serviço de John. No tie-break os dois caíram de rendimento, cometeram muitos erros. Isner abriu 3 a 2, permitiu a virada com duas bobagens, viu Federer dar dupla-falta. O suíço então teve dois set-points, mas cometeu erros bobos, um com direita fácil, mas na quarta chance aplicou lindo serviço fechando por 7/6 (9/7) em 54 minutos.

Na segunda etapa os dois serviram bem até o sétimo game. Federer partiu pra cima, conseguiu uma quebra e teve 5/3 o confroto para atacar a devolução, tornar a quebrar e fechar com equívoco do grandalhão.
banner
banner