X

Torcedores insultados por Llodra afirmam que multa da ATP não é suficiente

Sábado, 17 de março 2012 às 11:33:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A investigação da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) voltou a investigar o tenista francês Michael Llodra, número 41 do mundo, pelos insultos raciais contra dois supostos torcedores chineses, na vitória contra o tenista Ernest Gulbis pela primeira rodada do Masters 1000 de Indian Wells

Leia e Entenda o caso

Após a investigação original do incidente, a ATP multou Llodra em US$ 2,500, mas o que aparentemente já estava resolvido, ganhou novos capítulos. Isso porque alguns torcedores que estavam presentes no ocorrido criticaram severamente a atitude da ATP em apenas “multar” o tenista francês.

Daniel Lee, um dos insultados por Llodra, disse em uma entrevista exclusiva ao portal TENNIS.com que a multa dada pela ATP não é suficiente. "Eu definitivamente não acho que US$ 2.500 seja o suficiente. Essa quantia é só um tapa no pulso. Uma coisa que não está sendo suficiente sublinhado é que estávamos pagando para vê-lo jogar, e querendo ou não dando a ele, um dinheiro”, contou.

Segundo o torcedor não tem coisa pior do que um jogador insultando um fã. “É uma situação totalmente diferente de um jogador insultando um juiz de linha ou um funcionário, ou um espectador xingando um espectador ao seu lado na platéia. A última coisa que qualquer fã de tênis espera, é sentar para assistir o esporte que ama e ser ofendido com insultos raciais”, ressaltou.

Para finalizar Lee diz que algumas informações foram colocadas de maneira errada. “Não somos chineses, e sim americanos, decendente de coreanos. No fim eu acredito que a ATP deve emitir uma declaração formal condenando as ações de Llodra e cobrar penas mais severas do que simples US$ 2,500”, completou.

Em uma recente entrevista a um portal chinês (SINA.com), Llodra se desculpou com o povo da China. "Minhas palavras não foram destinadas a China. Eu posso totalmente fazer amor com uma menina chinesa”, afirmou. O francês também usou o seu site pessoal para novamente pedir desculpar para o povo chinês. “Acima de tudo o que sou, naturalmente, não racista ... e eu realmente quero pedir desculpas por qualquer ferido a comunidade chinesa”, finalizou.
banner
banner