X

Murray admite que é bom não enfrentar Federer nem Nadal na decisão

Sexta, 28 de janeiro 2011 às 12:37:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O britânico Andy Murray teve sua vida facilitada na caminhada até a final do Aberto da Austrália. O número cinco do mundo "escapou" de enfrentar Robin Soderling nas quartas, Rafael Nadal na semi e Roger Federer na final, seu algoz nas outras duas decisões de Grand Slam que disputou - no US Open em 2008 e Melbourne ano passado.

Em entrevista coletiva concedida após a vitória por 4/6 7/6 6/1 7/6 sobre o espanhol David Ferrer, o natural de Dunblane admitiu que é melhor ter evitado as maiores feras do circuito durante a campanha.

"As pessoas pensam que provavelmente seria melhor se Roger e Rafa estivesse na final, mas eu não me incomodo com isso e particularmente prefiro que seja assim. Eu prefiro estar na final do que assistir Federer e Nadal do sofá de casa", afirmou Andy.

Murray ainda disse estar preparado para a final contra Novak Djokovic no domingo, mas acha que o rival leva vantagem por ter um dia a mais de descanso.

"É claro que é uma vantagem para ele, todo mundo prefere jogar a semifinal na quinta-feira para ter um dia a mais de descanso. Nós nos conhecemos desde pequenos, jogamos juvenil juntos desde os 13 anos, mas não nos enfrentamos há uns dois anos, pois sempre estamos de lados opostos na chave. Obviamente é um jogo muito importante para mim e vou fazer de tudo para vencer", finalizou.
banner
banner