X

Filho de Fernando Roese segue vencendo na Copa Gedore de Tênis

Quinta, 18 de maio 2006 às 21:44:09 AMT

Link Curto:

Filho de Fernando Roese, um dos principais jogadores que o Brasil já teve, o jovem tenista Pedro Roese está fazendo bonito na Copa Gedore que está sendo disputada no São Leopoldo Tênis Clube. Demonstrando o mesmo talento com que seu pai fez sucesso dentro de quadra, Pedro já venceu duas partidas, garantindo classificação à fase seguinte da categoria 12 anos masculino. Na estréia, ele venceu o também gaúcho Juan Beche Reys por 6/4 e 6/3. E nesta quinta-feira ele derrotou Otávio Ev, do município de Sapiranga, por 6/4 e 7/5, numa das partidas mais longas da rodada. Seu adversário desta sexta-feira será Rafael Niemezewski, também do Rio Grande do Sul. A rodada começa às 9h e prevê a realização de 47 jogos de simples, além do início das chaves de duplas. O acesso às quadras do São Leopoldo Tênis Clube é gratuito.

Na categoria 18 anos, a principal do torneio que é válido pelo Circuito Sul-Brasileiro de Tênis, o favorito Guilherme Marsiglia, de Porto Alegre, não decepcionou e bateu o tenista de Novo Hamburgo, Rafael Ferla, por 7/5 e 6/2. Nesta sexta-feira ele enfrenta o catarinense Marcelo Mazoroski, que eliminou Jader Gallas, de São Leopoldo, por 6/3 e 6/2. "Foi uma estréia legal. Aliás, estou jogando bem tranqüilo e isto acaba ajudando", disse o jogador, que recupera-se de um desmaio sofrido dias atrás, quando bateu o joelho numa barra de ferro. "Simplesmente desmaiei de tanta dor. Hoje dou risadas, porém na hora foi muito ruim, pois também bati a cabeça e precisei fazer alguns exames. Mas não aconteceu nada de mais grave", afirmou. Marsiglia seguirá em agosto para os Estados Unidos, onde disputará o circuito universitário e dará início ao curso de Bioquímica. "Era algo que eu vinha planejando desde os 16 anos e agora vai se concretizar. Ficar aqui no Brasil para se tornar um profissional é complicado. Acho que esta é uma boa alternativa, pois vou poder estudar e continuar jogando por pelo menos mais quatro anos", acrescentou o porto-alegrense.

Quem também estreou com vitória nos 18 anos foi o paranaense Marlon Oliveira, cabeça-de-chave número 2, que aplicou a chamada bicicleta, 6/0, 6/0, no gaúcho Rodrigo Miller. Seu próximo adversário será o porto-alegrense Gabriel Ries.

Correndo por fora e de olho no convite para a chave principal do torneio future São Léo Open, que será realizado em outubro, o paulista Alexandre Piccin comemorou a sua primeira vitória na Copa Gedore diante do gaúcho Douglas Wilges, por 6/3 e 6/1. Agora, seu adversário será o companheiro de duplas Leonardo Vieira, também de São Paulo. "Gostei da minha estréia. O torneio está muito bem organizado e pretendo continuar jogando bem", resumiu Piccin. A outra partida dos 18 anos reunirá os gaúchos Felipe Cirne Lima e Patrick da Rosa.

RADAR - Uma das atrações desta sexta-feira será o radar que mede a velocidade do saque. O técnico Marcelo Henemann, que cedeu o equipamento para ser utilizado durante o evento, vai coordenar os tenistas que quiserem verificar a potência de seus serviços. O jogador que sacar mais rápido receberá um celular da LigBrasil/Brasil Telecom. Outro celular será sorteado entre todos os participantes. "A média do pessoal da categoria 18 anos é de 150, 160 por hora", acredita Henemann. A participação é gratuita.

Fonte: De Zotti Assessoria de Imprensa
banner
banner