X

Grand Slam terá final sem Federer e Nadal pela 1ª vez em 3 anos

Quinta, 27 de janeiro 2011 às 10:14:03 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Vitor Souza Paula - Pela primeira vez nos últimos três anos, um Grand Slam não terá o espanhol Rafael Nadal ou o suíço Roger Federer, os dois melhores do mundo, como um dos protagonistas na grande final. Federer e Nadal completam 2 anos sem se enfrentar nos Slams

A dupla que já domina o circuito por mais de cinco anos e possui junta 25 títulos em Majors – 16 do suíço e 9 do espanhol – ficará de fora da final de um Grand Slam pela primeira vez nos últimos três anos. A última vez que isso aconteceu foi justamente em Melbourne, há três anos, quando Djokovic também bateu Federer em sets diretos nas semifinais para em seguida conquistar o título sobre o francês Jo-Wilfried Tsonga, que na outra semi bateu o natural de Manacor.

Além de Djokovic em 2008, apenas o argentino Juan Martin Del Potro, no US Open em 2009, conseguiu beliscar um caneco de Grand Slam desde o início da Era Federer-Nadal no circuito masculino.

Com a vitória, Djokovic se torna ainda o segundo tenista a conseguir bater Federer mais de uma vez em um Grand Slam desde que o suíço começou sua dominação no circuito, assumindo o topo do ranking em fevereiro de 2004. Além do sérvio, o espanhol Rafael Nadal bateu o atual vice-líder do ranking por seis vezes em Majors nos últimos sete anos.

Para Federer, a derrota representa ainda outra marca negativa. O gênio natural da Basileia vai completar um ano sem jogar uma decisão de Grand Slam. Campeão na Rod Laver Arena ano passado, o suíço caiu nas quartas em Roland Garros e Wimbledon e agora amarga duas derrotas seguidas para Djokovic na penúltima fase, em Nova York ano passado e agora em Melbourne.

banner
banner