X

Romboli e Rogerinho atingem as 8ªs em Bucaramanga. Hocevar salva match-point

Quarta, 26 de janeiro 2011 às 16:38:51 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Fernando Romboli (EGA Solutions/Adidas), número 304 do mundo, se classificou às oitavas de final do challenger de Bucaramanga (Colômbia), torneio disputado no saibro e que distribui U$ 35 mil em prêmios e oferece hospedagem.

O tenista nascido no Rio de Janeiro, mas que vive em Santos (SP), estava perto de fechar a segunda etapa para empatar o jogo quando o colombiano Carlos Salamanca, 176º colocado, sentiu uma lesão nas costas e abandonou quando o placar marcava 4/6 5/2.

"Tive chance no primeiro set, um break-point quando ele sacava no 3/4. Mas não aproveitei e levei a virada. Mesmo assim tava indo bem na partida, daí no 5/2 ele machucou as costas e não seguiu mais", disse o jovem de 22 anos.

Romboli, que treina na Academia EGA em São Paulo sob a tutela do técnico argentino Pablo Albano, enfrenta o argentino Diego Junqueira, cabeça de chave 8 e número 146 da ATP, em busca de uma vaga nas quartas de final: "Nunca joguei contra o Junqueira, mas sei que ele é sólido, rápido de pernas. Será um duro jogo".

Rogério Dutra Silva, 165º colocado, passou pelo qualifier argentino Pablo Galdon, 282º, por fáceis 6/1 6/2 e medirá forças contra outro argentino, a fera Jose Acasuso, ex-top 20, mas que teve um 2010 com lesões e ocupa apenas o 251º posto no circuito mundial.

Ricardo Hocevar, 234º colocado, tinha 3/5 abaixo no 3º set e encarou um match-point contra, mas se livrou e virou batalha de 3h11min contra o argentino Juan Pablo Brzezicki para marcar 0/6 7/6 (7/5) 7/6 (7/2). Em busca das quartas o paulista, que treina no CT da Amil, enfrenta o vencedor do espanhol Daniel de la Nava, sétimo cabeça e 144 do mundo, ou o argentino Andres Molteni.
banner
banner