X

Murray sofre por 3h contra 'zebra' e pega Ferrer na semi

Quarta, 26 de janeiro 2011 às 04:53:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Andy Murray, número cinco do mundo, finalmente foi desafiado, perdeu seu primeiro set do torneio e do ano, mas carimbou passaporte rumo às semifinais do Australian Open, 1º Grand Slam da temporada jogado sobre o piso rápido. 'Foi duro achar o ritmo', diz Murray

O natural de Dunblane precisou de 3h05min para bater a surpresa do torneio, o ucraniano Aleksandr Dolgopolov, 46º colocado, por 3 sets a 1 com parciais de 7/5 6/3 6/7 (7/3) 6/3.

O atual vice-campeão de Melbourne havia vencido todos os seus jogos com facilidade e era o favorito destacado contra um tenista que nunca havia participado do evento australiano, era debutante em quartas de final de um Major, mas havia aprontado pra cima de Jo-Wilfried Tsonga, finalista de 2008, e Robin Soderling, quarto da ATP.

Murray, de 23 anos, enfrenta David Ferrer, sétimo colocado, que superou o lesionado Rafael Nadal por 6/4 6/2 6/3. O escocês tenta manter a pequena hegemonia no piso duro onde venceu os dois jogos. Todavia no total o espanhol lidera por 3 a 2.

O jogo

Murray sofreu muito na primeira etapa, principalmente com seu primeiro serviço que esteve com aproveitamento de 44%. Dolgopolov veio pra cima e logo no primeiro game teve um break-point, mas errou um smash muito fácil. Pagou o preço tendo o serviço quebrado na sequência. MUrray levou uma quebra, mas tornou a abrir vantagem para fazer 4/1. Todavia o ucraniano não se intimidou e com um jogo de variação no fundo igualou em 4/4 quebrando com um winner de direita. No 6/5 Murray, Dolgopolov tinha dominado com 40/15, mas novamente o smash o deixou na mão para levá-lo ao tie-break. Murray então teve três breaks bem salvos pelo rival, mas no quarto encaixou winner de devolução na linha e marcou 7/5 em 57 minutos.

Murray elevou o nível no saque, aumentou pra 64 o percentual do 1º e ganhou pontos com mais tranquilidade. Dolgopolov, por sua vez, deixou a desejar novamente na rede, errou smash bobo no quarto game com 40/15 e se perdeu nos equívocos. Murray quebrou, fez 4/1 e foi mantando até fechar no sexto set-point por 6/3 em 36 minutos.

O escocês largou com quebra na terceira etapa e com facilidade marcou 3/1. Mas eis que o ucraniano diminuiu os erros, pressionou o rival e com variação devolveu a desvantagem virando para 4/3. Dolgo salvou três breaks no 5/5 e o duelo foi ao tie-break. No desempate o natural de Dunblane jogou mal, deu dupla-falta, smash na rede e com erro bobo no fundo caiu por 7/6 (7/3) após 1h01min.

Andy buscou ser mais agressivo e em poucos minutos tinha 4/0 na quarta etapa. Mas a passividade voltou e ele foi quebrado e viu o oponente crescer. Todavia Murray segurou as pontas e fechou por 6/3 com bela direita cruzada.
banner
banner