X

Federer avança e quebra recorde de vitórias no Australian Open

Sexta, 21 de janeiro 2011 às 04:14:08 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Depois da tempestade, a bonança. Roger Federer passou sufoco na segunda rodada, mas nesta sexta-feira, na terceira fase, não teve problemas para bater o belga Xavier Malisse, 45º da ATP, e garantir vaga nas oitavas de final do Australian Open, primeiro Grand Slam do ano.

Leia Também:
Para Federer, placar não reflete o que foi o jogo
Robredo provoca Federer: 'Não é como o de 4 anos atrás'
Veja como foi o triunfo de Federer!
Siga o Tênis News no Twitter!

Jogando na Rod Laver Arena, a principal quadra do Melbourne Park, o número dois do mundo venceu o rival por 3 sets a 0 com parciais de 6/3 6/3 6/1 após 1h45min de duração.

Este foi o oitavo triunfo em nove jogos contra o oponente de 30 anos. O suíço alcança sua 13ª vitória consecutiva já que ganhou o ATP World Finals de Londres, em novembro, de forma invicta e mais o ATP 250 de Doha (Qatar) na primeira semana de 2011.

Atual campeão em Melbourne, Federer corre atrás do quinto título (venceu também em 2004, 2006 e 2007) e mais doque isso, bate o recorde de vitórias no torneio do ídolo dele, Stefan Edberg. Ele chega às 57 vitórias (sete derrotas) no torneio contra 56 triunfos (10 quedas) do sueco.

Em busca das quartas de final, Roger enfrentará o espanhol Tommy Robredo, 52º colocado, que derrotou em quatro sets o ucraniano Sergiy Stakhovsky. Ele possui retrospecto de 9 a 0 sobre o próximo concorrente.

A última vez que foi eliminado na terceira rodada de um Slam foi contra Gustavo Kuerten, em Roland Garros 2004.

O jogo

Federer largou abrindo 4/0 no primeiro set. No terceiro game ele teria o saque quebrado não fosse o desafio eletrônico que acusou bola fora. Todavia no quinto e sexto game o naturalda Basileia dormiu um pouco, cometeu erros e permitiu a diminuição de Malisse para 4/2. Mas Federer tornou a ficar esperto para fechar por 6/3 sem sustos em 35 minutos.

Na segunda etapa o melhor momento do belga. Com erros de Roger e uma linda passada, abriu 3/1, mas freou no ímpeto do pupilo de Paul Annacone que elevou o nível e fez 6/3 em 41 minutos.

Na terceira etapa, o ex-top 20 já não tinha mais cabeça e forças para lutar e Federer passeou abrindo 5/0 (totalizando 10 games seguidos com a parcial anterior), deu uma brecha ao rival para fazer o seu e comemorar, encerrando o placar por 6/1.
banner
banner