X

Bellucci perde maratona de 4h36 e está fora do Australian Open

Quinta, 20 de janeiro 2011 às 05:55:11 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Thomaz Bellucci lutou, disputou sua segunda maratona seguida, mas dessa vez não teve resultado positivo e foi eliminado na segunda rodada do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano disputado sobre o piso rápido de Melbourne.

Leia Também:
Siga o Tênis News no Twitter!
Bellucci lamenta derrota. Larri elogia a entrega do pupilo

O número 30 do mundo e 1º do país foi eliminado pelo veterano tcheco Jan Hernych, apenas 241º colocado e tenista vindo do qualifying, por 3 sets a 2 com parciais de 6/2 6/7 (13/11) 6/4 6/7 (7/3) 8/6 após 4h36min em quadra, o jogo mais longo de sua vida - superou as 4h28 contra Rohan Bopanna na Copa Davis diante da Índia em setembro passado.

O paulista de 23 anos soma sua 61ª derrota em 123 jogos no circuito da ATP e esbarra pela segunda vez seguida na mesma rodada em Melbourne - em 2010 perdeu para Andy Roddick.

Na primeira rodada, o tenista de Tietê já havia disputado quase quatro horas diante de Ricardo Mello na última terça-feira.

Bellucci agora retorna para disputar os ATPs no saibro latinoamericano. Ele defende o título em Santiago (Chile) que começa a partir do dia 31.

O jogo

Bellucci teve um break-point no primeiro game, não converteu e rapidamente se viu com 0/5. Ele bem que tentou reagir, sacou em 2/5, mas tomou outra quebra: 6/2 Hernych.

Na segunda etapa os dois confirmaram dando poucas chances às devoluções. Thomaz serviu mais de 80% do primeiro serviço, mas no tie-break caiu um pouco o índice. Ele teve inúmeras chances de vencer fácil.Sacou com 4 a 1 e só concluiu no sexto set-point por 7/6 (13/11) após 1h07min.

Na terceira etapa , Hernych não perdeu o rebolado, foi pra cima, quebrou com 3/1. Bellucci mostrou força se recuperou, virou pra 4/3, mas no momento decisivo permitiu a quebra e o tenista do leste europeu fechou por 6/4.

Na quarta e quinta etapa histórias parecidas. Hernych fez3/1 e Bellucci igualou. No quarto, o brazuca foi mais eficiente no tie-break e fechou fácil. No quinto, onde não há desempate, ele teve vários 15/30, 0/30, mas não obtinha ponto de quebra. O jogo ficou cada vez mais dramático até Hernych ir pra cima no 7/6 e saque do brasileiro. Ele abriu 15/40 e fechou a contagem na segunda chance: 8/6.
banner
banner