X

Federer bate Simon em batalha dramática de 5 sets e vai à 3ª rodada

Quarta, 19 de janeiro 2011 às 11:31:04 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Certamente o francês Gilles Simon é um dos adversários que Roger Federer menos gosta de enfrentar. Na manhã desta quarta-feira, o suíço bateu o rival pela primeira vez na carreira em uma batalha dramática de cinco sets para garantir sua vaga na terceira rodada do Aberto da Austrália.

Leia Também:
Aliviado, Federer pega 'ódio' de Simon
'Poucos são capazes de jogar no nível do Federer, diz Simon
Veja como foi a batalha!
Siga o Tênis News no Twitter!

Depois de um início arrasador de partida, o atual número dois do mundo caiu de rendimento, viu o rival crescer no jogo e precisou suar muito a camisa para se recuperar no quinto e decisivo set, evitando assim o que seria um vexame diante do ex-top 10.

O dono de 16 títulos de Grand Slams superou o atual 34º colocado com parciais de 6/2 6/3 4/6 4/6 6/3 em 3h13min em quadra. Essa é a primeira vitória do natural da Basileia em três jogos contra Simon.

Sem fazer uma grande exibição, Federer encaixou 63 winners e cometeu muitos erros não-forçados, 53 ao todo. Simon, por sua vez, disparou 55 bolas vencedoras e errou bem menos, apenas 40 equívocos.

Federer encaixou sua 12ª vitória consecutiva em jogos oficiais (cinco no ATP Finals de Londres em novembro do ano passado, cinco no ATP de Doha na primeira semana do ano e mais duas em Melbourne) e vai enfrentar agora na terceira rodada o belga Xavier Malisse (45º), que marcou fáceis 6/4 6/0 6/1 sobre o espanhol Albert Montañes (26º).

No confronto direto entre eles, Federer lidera por 7 a 1, contudo a última vez que eles se enfrentaram foi no Masters 1000 de Toronto (Canadá) em 2006.

O Jogo

O primeiro set foi muito tranquilo para Federer. Pressionando todos os games de saque de Simon, o suíço conseguiu duas quebras, uma no terceiro e outra no quinto game , e fechou a parcial por 6/2.

Na segunda etapa o natural da Basileia manteve o embalo e rapidamente abriu 4/1 e saque. Simon esboçou uma reação devolvendo uma quebra e diminuindo para 4/3, mas o suíço confirmou o saque e voltou a quebrar o saque do rival no nono game para vencer o set por 6/3.

Na terceira parcial, Federer sofreu um apagão e Simon cresceu muito no jogo. O francês abriu 3/0 com duas quebras, chegou a ser quebrado, mas na sequência quebrou de novo o saque de Federer e abriu 4/1 e saque. O número dois do mundo ainda esboçou uma reação diminuindo para 5/4, mas Simon confirmou o saque no décimo game e fez 6/4, tirando o primeiro set de Federer no ano.

Federer passou a errar menos no quarto set, mas Simon jogou com confiança e seguia sempre na cola do suíço no placar. Depois de se livrar de um 15/40 no segundo game, o francês foi confirmando seus serviços até conseguir a quebra decisiva no nono game. No game seguinte, ele ainda precisou salvar um break-point antes de confirmar o serviço e fazer 6/4, empatando o jogo em 2 a 2.

No quinto e decisivo set, Federer não chegou a ceder chances de quebra a Simon, mas precisou se livrar de um 0/30 logo no terceiro game. O jogo seguia muito parelho, com chances de ir para qualquer um dos lados, até que no sexto game Simon abriu 40/15, mas vacilou e permitiu a quebra. O natural da Basileia então sacou bem em seguida e fez 5/2.

Na sequência, mais drama. Federer teve três match-points com 0/40 no oitavo game, mas Simon salvou todas as chances e confirmou seu serviço. No nono game, Federer teve 30/30, depois 40/40, e somente no quinto match-point o gênio das quadras conseguiu encaixar um ace para garantir a vitória e vibrar muito.
banner
banner