X

Guga lança campanha para ajudar vítimas das enchentes no RJ

Sexta, 14 de janeiro 2011 às 14:26:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Em solidariedade às vítimas das chuvas na região Serrana do Rio de Janeiro o IGK começa a partir de hoje uma campanha para colaborar com a recomposição das famílias, logo depois de Gustavo Kuerten anunciar, via twitter, que doará R$ 25 mil para os flagelados.

A campanha do IGK em favor do Rio de Janeiro segue os mesmos critérios da ação realizada durante as enchentes de 2008, em Santa Catarina. O IGK vai ajudar as famílias vinculadas à APAE de Nova Friburgo, através de doações que podem ser feitas via depósito bancário. Para receber os recursos o IGK criou a conta IGK - Fundo Enchente RJ, no Banco do Brasil (agência 1453-2 - c/c: 18.455-1), o valor arrecadado será destinado à recuperação das famílias flageladas.

“Agora chegou a nossa vez de colaborar”, declarou Guga lembrando que Santa Catarina contou com a solidariedade dos brasileiros nas inundações que provocaram estragos em sete municípios do Vale do Itajaí, há dois anos. “Até porque é próprio do ser humano colaborar principalmente nos momentos de dificuldade. Hoje no IGK a gente trabalha exatamente dessa forma, procuramos ajudar o tempo inteiro, todos os dias, e durante as emergências intensificar as ações”, explicou o ex-número 1 do tênis mundial.

A presidente do IGK, Alice Kuerten, já entrou em contato com a diretora da APAE de Nova Friburgo, instituição que atende cerca de 530 pessoas deficientes. Apesar da comunicação precária, Alice Kuerten conseguiu solicitar a identificação das famílias mais prejudicadas. “Somos experientes nesse processo, infelizmente. Durante a ação realizada em Santa Catarina constatamos que é necessário planejar e estruturar a recuperação dessas pessoas a longo prazo. Precisamos ajudar, até como forma de retribuir o apoio que recebemos de empresas e cidadãos de todo o Brasil. A principal doação que o IGK recebeu na época para recompor as famílias das APAES mais atingidas no Vale do Itajaí veio justamente do Rio de Janeiro. Por isso pretendemos repetir a ação, agora em Nova Friburgo", explicou.
banner
banner