X

Hocevar sua, mas vence em Aracaju

Terça, 11 de janeiro 2011 às 00:03:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Nada menos que sete cabeças-de-chave estreiam nesta terça-feira no future de Aracaju (SE). Destaques para Rafael Camilo, Christian Lindell e Rodrigo Guidolim, que iniciam suas participações depois de disputarem, na semana passada, o Aberto de São Paulo, e dos dois finalistas da etapa de Salvador, o campeão André Begemann, da Alemanha, e o brasiliense Eládio Ribeiro Neto.

Oitavo pré-classificado, Camilo chega à capital sergipana embalado pelo brilhante e surpreendente vice-campeonato no Aberto de São Paulo, torneio da série challenger, que distribui uma maior premiação e mais pontos no ranking e, com isso, reúne atletas mais bem ranqueados. Camilo abre a sua participação contra o carioca Ídio Escobar, que garantiu vaga no qualifying.

O carioca naturalizado sueco, Christian Lindell, cabeça-de-chave 5, teve uma grande ascensão no ranking no segundo semestre do ano passado, o que o colocou como uma das promessas do tênis internacional para 2011. Ele não foi bem em São Paulo, onde parou na estréia diante do argentino Andres Molteni. Em Aracaju, estréia contra o paraguaio Daniel Cassaccia, que avançou até às quartas na semana passada, em Salvador.

Nesta segunda, saíram os primeiros classificados para as oitavas-de-final. O cabeça 1 do torneio, Ricardo Hocevar (SP), enfrentou uma dura batalha contra o gaúcho Eduardo Dischinger, mas saiu vencedor, por 6/2, 6/7 (6) e 7/6 (5). Outro jogo bastante equilibrado acabou com a vitória de Diego Matos (RS), que teve que trabalhar bastante para derrotar o paranaense Valter Mori Filho, por 6/7(3), 7/6(4) e 6/4. O catarinense Tiago Slonik passou com certa facilidade pelo amazonense Charles Costa, por 6/2 e 6/3. O carioca Fabiano de Paula derrotou o gaúcho Fabricio Neis, por 7/6(4) e 6/4, e o mineiro Gabriel Dias eliminou o paulista Augusto Meirelles, por 6/4 e 6/0.

Em busca de recuperação na carreira, Tiago Lopes (SP) foi outro que se garantiu nas oitavas. Ele derrotou o carioca Wilson Leite, por 6/1 e 6/4. Danilo Ferraz passou pelo uruguaio Ariel Behar, por 7/6 (2) e 6/1 e Bruno Semenzatto (SP) fez grande estréia, ao derrotar o venezuelano David Luiz Martinez, por 6/0 e 6/4.
banner
banner