X

Mello arrasa argentino e vai em busca de sua 3ª final seguida em SP

Sexta, 07 de janeiro 2011 às 15:20:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por João Neto, direto de SP - O brasileiro Ricardo Mello, número 76 do mundo, garantiu vaga na semifinal do Aberto de São Paulo, nesta sexta-feira, ao atropelar o argentino Juan Pablo Brzezicki, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 6/0, após 1h07min.

Atual tricampeão do evento, o paulista crava sua 13ª vitória seguida no evento e ainda se mantém vivo na briga para conquistar o torneio pela terceira vez consecutiva, já que se sagrou campeão nas duas temporadas anteriores, quando derrotou, na grande decisão, respectivamente, o chileno Paul Capdeville e o argentino Eduardo Schwank, ambas em sets diretos.

A última derrota de Mello na competição que ocorre nas quadras rápidas do Parque Villa-Lobos aconteceu apenas em 2007(em 2008 ele não esteve presente). Na ocasião, ele foi surpreendido na estreia pelo hermano Diego Cristin, então 360 do mundo, por 7/6(5) 6/4. Dois anos antes, em 2005, ele levantava o troféu na capital paulista pela primeira vez, quando despachou o equatoriano Giovanni Lapentti na final, com 4/6 6/2 7/6.

Com o resultado positivo conquistado hoje diante de Brzezicki, Mello diminui a vantagem do seu adversário no confronto direto, somando agora dois triunfos e três derrotas. A última vez que eles haviam duelado foi em 2008, no piso rápido do challenger de Salinas, no Equador, e o argentino fez 7/6(4) 6/3.

Em busca de mais uma final, Mello terá pela frente, na penúltima fase, mais um argentino, Federico Del Bonis, sétimo pré-classicado, que mais cedo desbancou João Souza, o Feijão, em um jogo bastante disputado e decidido apenas na terceira etapa, com parciais de 7/6(5) 5/7 6/4. Será o primeiro encontro entre eles no circuito profissional.

Logo após o fim do jogo, o campineiro se mostrou muito satisfeito por ter economizado energia e pela boa atuação, já que, na rodada de ontem, ele foi levado ao extremo pelo taiwanês Tsung-Hua Yang, pupilo de Larri Passos, em quase três horas de partida, que terminou com placar de 3/6 6/4 7/6(4).

''Estou bastante contente hoje, porque venci com muita facilidade, diferentemente de ontem, quando tive uma pedreira e ainda joguei por quase três horas. Comecei meio mal, hesitando, mas depois acertei a mão, engatei uma quinta marcha e subi a ladeira. Estou feliz com meu início de temporada'', disse o ex-top-50.

''Ainda vou jogar duplas hoje, mas essa vitória me deixou tranquilo. Tenho que aproveitar o tempo livre agora para descansar e estar bem amanhã'', explicou Mello, que não deixou de comentar sobre sua nova tática. ''Estou tentando cortar os cantos da quadra e pegar a bola rapidamente para tirar o tempo de reação do aversário'', concluiu.
banner
banner