X

Silas Cerqueira, de 14 anos, ganha seu 1º ponto na ATP

Quarta, 05 de janeiro 2011 às 19:11:11 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O dia era de estreia dos dois principais cabeças-de-chave, mas quem roubou a cena nesta quarta-feira no future de Salvador (BA) foi o baiano Silas Araujo de Cerqueira. Com apenas 14 anos, ele confirmou a condição de uma das maiores promessas do tênis brasileiro e venceu o gaúcho Gustavo Guerses, seis anos mais velho, em jogo válido pela primeira rodada. Com isso, Silas marcou o seu primeiro ponto no ranking mundial da modalidade e avançou às oitavas-de-final.

Com a temperatura beirando os 36 graus, Cerqueira começou a partida tendo o seu serviço quebrado, mas logo dominou o adversário e, após 1h25min de jogo, marcou 2 x 0, com parciais de 6/3 e 6/2. “Estou feliz por ter conquistado o primeiro ponto no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais, a entidade que rege o tênis no mundo). Sei que é muito importante, mas pretendo manter o foco. Ainda sou um juvenil. Marcar o primeiro ponto com 14 anos é muito legal”, disse o baianinho, que começou a jogar tênis aos seis anos, em Feira de Santana, sua cidade natal.

“No começo do jogo eu estava um pouco nervoso e tive o saque quebrado, mas depois fui jogando ponto a ponto e consegui equilibrar o jogo”, finalizou Cerqueira, que é treinado por Mario Mendonça. Na próxima rodada, ele terá uma parada ainda mais dura. Vai enfrentar o catarinense Thales Turini, cabeça-de-chave 4 do torneio e atual 482º do mundo. Nesta quarta, Turini derrotou sem dificuldades o carioca Felipe Frias, por duplo 6/1.

Principal favorito ao título, o brasiliense Eládio Ribeiro Neto começou bem contra o gaúcho Eduardo Dischinger e fechou o primeiro set em fáceis 6/1. A tranqüilidade acabou na segunda parcial, que só foi decidida após um duro tie-break, fechado por Eládio por 13/11. Com a vitória na estréia, o atual número 296 do mundo avança para as oitavas-de-final, onde tem encontro marcado com Thales Levy (SP), que passou por Ídio Escobar (RJ), por 4/6, 6/4 e 6/2.

Nos outros jogos do dia, o cabeça-de-chave 2 do torneio, o alemão André Begemann, derrotou o paranaense Valter Mori Filho, por 6/1 e 6/4. Seu adversário será outro paranaense, Luiz Guilherme Deneka, que havia garantido vaga na terça-feira. Nos outros jogos, Gabriel Pimentel (MG) derrotou o convidado baiano Nelson Santos, por 6/1 e 6/3; o cabeça-de-chave 8, Nicolas Santos (SP), foi derrotado pelo argentino Sebastian Losavio, saído do qualifying, por 6/4 e 6/0, e Fabrício Neis (RS), cabeça 5, passou por Pedro Feitosa (DF), por 7/5 e 6/4.
banner
banner