X

Feijão vence de virada na estreia do Aberto de São Paulo

Quarta, 05 de janeiro 2011 às 13:36:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por João Neto, direto de São Paulo - João Olavo Souza (Amil/Asics/Wilson), o Feijão, número 111 do ranking, estreou com o pé direito em 2011 no Aberto de São Paulo, segundo maior evento do país que distribui US$ 100 mil em prêmios e oferece hospedagem.

Feijão aplicou 4/6 6/3 6/1 sobre o italiano Matteo Trevisan, 276º colocado, em duelo realizado na quadra central do Parque Villa-Lobos e que foi adiado por conta da chuva.

O jogo começou bastante disputado, com os games muitas vezes sendo decididos na igualdade. Foi assim que eles chegaram até o décimo game, quando Feijão sacava em 4/5. Na ocasião, o brasileiro jogou muito mal e foi quebrado após cometer quatro erros não forçados com a direita, seu golpe preferido.

Na segunda parcial, o paulista começou mostrando a mesma irregularidade do fim da etapa anterior. Mesmo assim, ele foi se mantendo firme no saque, apesar de ter precisado salvar um break point, e conseguiu converter uma chance de quebra no sétimo game, o que foi suficiente para empatar o duelo.

Já no terceiro set, o cabeça de chave 3 passou a exibir mais confiança com os golpes do fundo da quadra, principalmente com a direita. Mais regular, Feijão não teve dificuldades para conquistar duas quebras de vantagem e garantiu sua passagem para a próxima fase.

O jovem de 22 anos, que teve seu jogo adiado por causa da chuva, marcou 2 sets a 1 com parciais de 4/6 6/3 6/1 em duelo realizado na quadra central do evento. João Souza, que treina no Centro de Treinamento da Amil, pouco pôde treinar esta semana porconta do mau tempo: "É bom começar o ano com uma virada. Foi um bom jogo. Senti um pouco de falta de ritmo no primeiro set, cometi muitos erros. Depois fui me soltando. Só treinei 40 minutos ontem e uma hora em outra academia coberta na segunda-feira", disse o tenista número quatro do Brasil.

João Souza, que treina no CT da Amil no Rio de Janeiro (comandado por Ricardo Acioly), enfrenta nesta quinta-feira o equatoriano Giovanni Lapentti, 210º colocado. Este será o quinto duelo entre os dois e Feijão buscará sua segunda vitória: "Ele joga parecido comigo, saque forte e boa direita. Perdi os dois últimos jogos, um fácil e outro difícil. Mas com certeza amanhã jogarei melhor do que hoje e terei minhas chances de sair com o resultado positivo. Jogo em casa e vou ter o apoio da torcida", concluiu o tenista que está acompanhado dos técnicos Diego Veronelli e Fabrizio Gambassi na capital paulista.
banner
banner