X

Larri usa exemplos de Nadal e Guga para deixar Bellucci entre os tops

Terça, 04 de janeiro 2011 às 16:01:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas, direto de São Paulo - À exemplo da época de Gustavo Kuerten, a coletiva com Larri Passos começou atrasada. Mas não era por descaso e sim para fazer mais meia hora de treinos específicos com Thomaz Bellucci, intensivos em bolas profundas e definição em seguida.

Leia Também:
Blog - Larri quer transformar Bellucci em um novo líder. Será que consegue ?
Bellucci quer regularidade em 2011

Nosso número 1 e atual 31º do mundo está ganhando corpo com o treinador que contou como foram as primeiras semanas no trabalho que dura um mês: "Nas primeiras semanas fizemos um trabalho pra ele ganhar resistência, regularidade e melhorar a condição cardiovascular dele, aliado com o preparador físico. Aos poucos o Bellucci está crescendo.".

Larri comentou que seu treino com Bellucci vem sendo mais baseado na técnica do silêncio. Evitar falar os pontos negativos para o tenista. Mas Larri deixou transparecer que a devolução e os voleios são as deficiências: "Ontem o Bellucci fez dois voleios precisos baixinhos e ficou muito feliz. Bellucci hoje já consegue fazer umas 200 devoluções sem errar e também comemora. Todo jogador precisa melhorar alguma fraqueza. Mas não posso chegar pro Bellucci e dizer quais seus pontos fracos pois isso tira a confiança do tenista até porque ele é um top 30. Então o que venho fazendo é trabalhar seus pontos falhos sem falar com ele, venho dando treinos educativos."

Muito contente com o andamento do trabalho, o otimista Larri quer, além da parte técnica, entrar na mental de Thomaz: "Outro objetivo é deixar o Bellucci mais forte mentalmente. O que é preciso fazer para ganhar os pontos e ir bem nos momentos importantes. Quero que o Bellucci entre pra destruir os americanos, europeus e os melhores. Que ele nunca tema os tops. Isso é o que eu to passando pra ele."

As comparações com Guga vem sendo inevitáveis e Passos utiliza o ex-número 1 para motivar o seu novo contratado: "Bellucci está preparado para lidar com as comparações com o Guga. Eu sempre lembro do Guga nos treinos quando o Bellucci se cansa um pouco eu digo que o Guga fazia mais e ele volta".

Outro exercício usado é o mesmo que fazia com Kuerten. Observar os melhores para aprender o que eles fazem nas horas importantes. Larri conta que levava Guga para assistir aos jogos de Pete Sampras, dono de 14 Grand Slams, e hoje quer repetir com Thomaz pros jogos de tops como Rafael Nadal, atual líder do circuito: "Ele terá que assistir alguns jogos. Eu sempre coloco pra ele como exemplo o Nadal até porque ele é canhoto como o Bellucci".

O jovem de 23 anos embarca nesta quarta-feira para Auckland onde inicia a temporada a partir de segunda-feira.
banner
banner