X

Gonzalez critica federação e diz que não há renovação no tênis chileno

Segunda, 26 de julho 2010 às 13:25:57 AMT

Link Curto:

Fernando Gonzalez x Israel 10
O chileno Fernando Gonzalez não se dá com a federação de tênis de seu país. Depois que a entidade divulgou um prêmio recebido pelo jogador para disputar uma eliminatória da Copa Davis em 2008, 'Feña' boicotou o time chileno na competição, e só voltou à equipe depois de um pedido feito pela então presidente do país Michelle Bachelet.

Agora, o ex-top 5 e vice-campeão do Aberto da Austrália 2007 resolveu disparar contra o trabalho que é feito nas divisões de base de seu país, alertando para um futuro ruim do tênis chileno.

"O tênis chileno não tem identidade. Os últimos três chilenos que tiveram sucesso no tênis jogam de forma diferente.Pelo trabalho que está sendo feito na base, não vai sair ninguém bom nos próximos anos, pois não há condições mínimas para isso", lamentou o tenista.

O Chile teve, no final do anos 1990, o canhoto Marcelo Ríos, ex-número um do mundo, como seu grande nome do circuito. Na última década, além de Gonzalez, que se mantém entre os melhores do circuito por algumas temporadas, o país teve também Nicolas Massu, ex-top 20 e campeão olímpico em Atenas 2004.

Gonzalez fez uma comparação do tênis com o futebol, onde o Chile reformulou-se contratando o técnico argentino Marcelo Bielsa e como resultado conseguiu voltar à Copa do Mundo depois de 12 anos chegando às oitavas de final da África do Sul.

'Feña' ainda disse que vai agir para ajudar a reestruturar o tênis de seu país: "O Chile precisa de um Bielsa no tênis. Esse inclusive é um dos meus projetos e é totalmente viável", finalizou.
banner
banner