X

Nadal vence e tenta 5º título em Roland Garros contra desafeto Soderling

Sexta, 04 de junho 2010 às 14:20:27 AMT

Link Curto:

Nadal - Roland Garros 10 V

Leia Mais:
Posso ganhar do Nadal de novo, diz Soderling
Será difícil parar Soderling, prevê Nadal
A última coisa que eu penso é o nº 1. Quero o título
Blog - A Revanche ou 'a Besta' apronta outra vez ?
Siga o Tênis News no Twitter!

Rafael Nadal não deu bola para a zebra e com facilidade se classificou para a decisão de Roland Garros nesta sexta-feira. O Rei do Saibro despachou o austríaco Jurgen Melzer, 27º colocado, por 3 sets a 0 com parciais de 6/2 6/3 7/6 (8/6) após 2h09min de duração.

O número 2 do mundo atinge sua quinta final de Roland Garros e buscará seu quinto troféu nesta que é a sexta participação em Paris. A única derrota veio justo no ano passado, em quatro sets, diante do sueco Robin Soderling - nas oitavas -, que bateu o tcheco Tomas Berdych e será seu oponente na final de domingo.

O jogo final promete já que além do componente da revanche pro espanhol, ambos são desafetos declarados no circuito. Em 2007, numa partida em Wimbledon, Soderling imitou Nadal numa partida contra ele em que saiu derrotado e em seguida os dois trocaram farpas via imprensa.

Soderling disputará sua segunda final de Grand Slam e tentará o primeiro título (foi vice em Roland Garros no ano passado contra Roger Federer). Já o natural de Manacor entra em sua nona decisão de Major e buscará o sétimo troféu. Além dos quatro na França ele venceu uma na Austrália no ano passado e Wimbledon em 2008.

O sueco tentará quebrar uma série de 23 vitórias seguidas no saibro do espanhol que começou na final da Copa Davis contra e Rep. Tcheca em dezembro, passou pelos três títulos em Monte Carlo, Roma e Madri culminando com as seis vitórias na campanha do Aberto parisiense.

No confronto geral são cinco partidas, três vencidas por Nadal, uma em Roland Garros 2006. Mas soderling levou a melhor nas duas últimas. O embate derradeiro foi no ATP Finals de Londres por 2 sets a 0 com um duplo 6/4.

O jogo

Nadal fez uma partida melhor do que a anterior, mas ainda não apresentou seu melhor tênis. Mesmo assim seu estilo incomodou demais um rival que parecia por momentos cansado após jogo de 4h15min contra Novak Djokovic nas quartas de final. Rafa aplicou 43 winners contra 24 erros. Melzer acertou 33 bolas contra 32 erros.

Mais agressivo e encurralando o rival no fundo de quadra, o espanhol venceu a primeira etapa com autoridade. Depois de pressionar os primeiros serviços de Melzer, a quebra veio no sexto game após dupla-falta do austríaco. Na sequência, o natural de Manacor salvou um break antes de confirmar com um ace e liquidou a parcial com um winner de esquerda na paralela: 6/2 em 29 minutos.

Melzer dotou uma postura mais ofensiva buscando a rede na segunda parcial principalmente quando sacava. Mas não deu certo. Ele levou uma quebra com 3/1, devolveu pressionando o espanhol, mas levou outra com erro no forehand cruzado. Nadal então confirmou sacando no corpo do oponente e fechou por 6/3 com bola vencedora no revés.

Na terceira etapa, Melzer parecia combalido e foi quebrado no primeiro game diante de um espanhol enfurecido e querendo liquidar as ações. Nadal abriu 2/0 e foi comandando sem sustos no saque até servir em 5/4.. Rafa cometeu dois erros de saída, foi pressionado e deu uma dupla-falta no pé da rede. Isso provocou a reação do austríaco que virou para 6/5 e levantou a torcida que queria jogo. O duelo foi ao tie-break onde ambos trocaram diversas vezes de miniquebra. Nadal fez 6 a 4, mas foi pressionado pelo austríaco que salvou ambos, um deles com uma curtinha corajosa. Todavia Nadal obteve o terceiro match-point com winner de forehand e definiu com erro do oponente: 7/6 (8/6).
banner
banner