X

Bellucci bate algoz de Djokovic e atinge inédita 8as-de-final em Masters

Domingo, 28 de março 2010 às 16:00:00 AMT

Link Curto:

Thomaz Bellucci - Miami 10
Leia Mais:
Blog - Nadal campeão de Miami ? Bellucci aproveitando
Bellucci faz jogo duro, mas cai diante de favoritos nas duplas
Nadal ultrapassa Murray e pode brigar pelo número 2

Thomaz Bellucci, número 32 do mundo, fez uma boa apresentação e garantiu passagem para as oitavas de final do Masters 1000 de Miami neste domingo. É a primeira vez que o paulista atinge essa fase em um torneio nível Masters na carreira.

Bellucci precisou de rápidas 1h12min para eliminar o baixinho belga Olivier Rochus, 59o. do mundo e tenista de 1,65m, por 2 sets a 0 com parciais de 6/3 6/4.

O triunfo vinga a derrota em três sets na semifinal do ATP 250 de Estocolmo (Suécia) em outubro no piso rápido coberto e iguala o retrospecto entre os os dois.

Rochus foi uma das maiores zebras da segunda rodada ao bater, em quase três horas, o sérvio Novak Djokovic, atual vice-campeão do torneio e número dois do ranking.

O canhoto de 22 anos lutará pela inédita quartas de final na terça-feira diante do espanhol Nicolas Almagro que necessitou de mais de duas horas para fazer 6/2 6/7 (11/9) 6/3 sobre o francês Jeremy Chardy.

Este será o primeiro jogo entre o brasileiro e o espanhol número 38 do ranking.

Há seis anos o Brasil não tinha um jogador na quarta rodada de um Masters. O último havia sido Gustavo Kuerten, no Canadá, em 2004.

O jogo

Bellucci sentiu dificuldades ao devolver o saque com seu revés, algo que Rochus explorou no início do jogo, mas depois o brasileiro foi se soltando e acelerou a devolução no segunfo saque fraco do rival, comandando os pontos da base. A primeira quebra veio no quarto game. No quinto, Rochus se defendeu muito e Thomaz se perdeu com erros vendo o europeu devolver a desvantagem. Mas com resposta funda tornou a quebrar, abriu 5/2 e deu dois ótimas saques para fechar por 6/3 em 31 minutos.

Rochus melhorou um pouco no saque na segunda etapa e deeu mais trabalho ao brasileiro que não conseguia se impôr com a resposta. Mas, no momento decisivo, no nono game, Thomaz foi pra cima e no segundo break-point acelerou o forehand, abriu vantagem e com bons saques definiu a contagem por 6/4 para delírio de vários brasileiros presentes na quadra GrandStand, a segunda principal do complexo de Crandon Park na ilha de Key Biscayne.
banner
banner