X

Djokovic vence batalha de 4h e faz história para Sérvia

Domingo, 07 de março 2010 às 15:32:49 AMT

Link Curto:

Novak Djokovic x EUA 10 II
Novak Djokovic, número dois do mund, assumiu a responsabilidade e não decepcionou os 20 mil torcedores. Após uma grande batalha o número dois do mundo levou a Sérvia pela primeira vez às quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis com vitória de 3 a 1 sobre os Estados Unidos. Vitória foi especial, comemora Djokovic

O tenista de Belgrado, que jogou em sua cidade natal, fez o terceiro ponto no saibro coberto diante do grandalhão John Isner, 20o. do ranking e tenista de 2,06m, após vencer partida nervosa de 4h16min por 3 sets a 2 com parciais de 7/5 3/6 6/3 6/7 (8/6) 6/4.

A Sérvia enfrentará, fora de casa, seu rival histórico de guerras e conflitos, a Croácia, em julho em busca de uma vaga nas semifinais. Os croatas haviam ontem confirmado a vaga e hoje liquidaram o Equador por 5 a 0.

Os americanos jogaram com o time desfalcado de Andy Roddick e James Blake e terão que disputar a repescagem em setembro.

Na partida deste domingo muito equilíbrio no primeiro set. Nole não jogava em seu melhor nível e era incomodado pelo forte saque de Isner que disparou 24 aces (16 nos dois primeiros sets). A vitória no primeiro veio com um vacilo do americano, mas no segundo Djokovic errou demais e não resistiu a pressão na devolução.

Na terceira etapa Isner não fez um saque vencedor sequer e foi quebrado duas vezes com duas duplas-faltas. Quando parecia resolvido, o quarto set foi parelho e decidido no tie-break. Nole salvou dois set-points com 6 a 4 abaixo, mas Isner encaixou winner de passada em subida ruim do tenista da casa e fechou com bom serviço e agressividade no fundo.

No último set Djokovic conseguiu uma quebra cedo com dupla-falta do tenista que disputou apenas seu primeiro encontro de Copa Davis (havia perdido para Viktor Troicki o primeiro jogo do duelo em quatro sets e vencido nas duplas ao lado de Bob Bryan). Nole foi mantendo a vantagem e teve dois match-points no serviço do oponente não conseguindo concluir. Depois, em seu saque, mais um game parelho e Djokovic se lamentava a cada match-point perdido. Ele concluir apenas na sexta oportunidade com equívoco na resposta de Isner.

Nole vibrou muito com a façanha histórica dos sérvios e chegou a choras na Arena de Belgrado. O time inteiro ficou por vários minutos celebrando a conquista.
banner
banner