X
banner

Ferrero elimina Safin. Federer e Nadal fazem lição de casa e avançam

Quinta, 14 de abril 2005 às 15:49:59 AMT

Link Curto:

J. Ferrero - Monaco
A principal surpresa das oitavas de final do Masters de Monte Carlo foi a grande vitória do espanhol, número 69 do mundo, Juan Carlos Ferrero. Ele derrotou o russo, cabeça-de-chave número 2, Marat Safin. Rafael Nadal e Roger Federer fizeram a lição de casa e passaram às quartas de final em Mônaco.


Ferrero conseguiu uma emblemática vitória diante de Safin por 2 sets a 0 parciais 6/2 6/4 em 1h38min de partida. O espanhol volta a jogar seu melhor tênis desde a conquista de Roland Garros em 2003 e sua rápida aparição como número 1 do mundo. O espanhol despencou no ranking devido a sua contusão no ano passado, ano em que ficou muito tempo parado.

Seu próximo adversário será o italiano Fillipo Volandri que derrotou o argentino Mariano Puerta em 3 sets: 6/7 (8/6) 7/6 (7/3) 6/4.

Roger Federer conquistou sua 25ª vitória seguida na turnê. Foi também sua 51ª vitória em 52 jogos desde os Jogos Olímpicos de Atenas em agosto de 2004. O suíço bateu ao chileno Fernando Gonzalez por 2 sets a 1 parciais 6/2 6/7 (7/3) 6/4, num jogo bastante complicado.

Federer liderou com facilidade o primeiro set, vencendo com duas quebras. O chileno parecia nervoso e cometia muitas dupla-falta. No segundo set, o jogo seguiu equilibrado até o oitavo game. Federer conseguiu a quebra e caminhou para vitória. Porém, Gonzalez, com garra, devolveu logo depois e venceu no tié-break, contando com sua potente direita, 7/6 (7/3).

No último set prevaleceu a supremacia do número um do mundo que fez 6/4 e passou às quartas de final. Federer enfreta agora o queridinho francês Richard Gasquet que eliminou o russo Nikolay Davydenko por 2 sets a 1 parciais 4/6 7/5 6/2.

O jovem espanhol Rafael Nadal atropelou mais um em Mônaco. Dessa vez a vítima foi o baixinho belga (1,65m) Olivier Rochus. Nadal não deu chances e aplicou 6/1 6/2. O espanhol encara agora o argentino Gaston Gaudio. Os dois já fizeram 2 confrontos na carreira, Gáudio venceu os dois. O último confronto foi em Buenos Aires este ano. Gáudio venceu por 0/6 6/0 6/1 e deslanchou para a conquista daquele troféu.
banner
banner