X

Flávio Saretta obtém 3ª maior vitória da carreira

Terça, 21 de fevereiro 2006 às 22:54:13 AMT

Link Curto:

Flavio Saretta - Buenos II
Se na última semana faltou um pouco de sorte para derrotar o espanhol Juan Carlos Ferrero, número 16 do mundo, em Buenos Aires, nesta terça sobrou competência e atitude do paulista Flávio Saretta. Numa autação sensacional o paulista aplicou 6/4 6/3 e obteve sua terceira maior carreira na primeira rodada do Brasil Open. Agora ele enfrenta o espanhol Nicolas Almagro nas oitavas de final. O jogo acontece nesta quarta às 20h30.

"Vitória é um novo passo em minha carreira" diz Saretta


Na última semana no ATP da capital argentina, o tenista número um do país havia perdido em três sets, liderando 2/0 na parcial decisiva. Ao fim daquele jogo ele creditou a falta de sorte sua derrota, haja vista bolas na linha e na fita para o lado do espanhol. Mas a oportunidade da revanche veio e o troco foi bem dado, em solo brasileiro.

Saretta também conquistou sua primeira vitória no quarto confronto diante do espanhol. Além da derrota da última semana, ele havia sido eliminado nas semifinais de Valência e Kitzbuhel em 2003.

Esta foi a terceira maior vitória do brasileiro na carreira. A maior havia sido na também primeira rodada do Brasil Open de 2001, quando bateu o então número um do mundo, Gustavo Kuerten. Em 2003 o triunfo veio em cima do russo Yevgeny Kafelnikov, na segunda fase em Roland Garros. O russo era o número 15 do mundo na ocasião.

Este ano Flávio vem subindo de produção e buscando retornar ao melhor ano de sua carreira em 2003, quando alcançou o 44º posto no ranking. Muito dessa melhora se deve a nova parceria com Jaime Oncins. Logo na primeira semana emplacou o título no Aberto de São Paulo, perdendo na primeira rodada em Viña e nas oitavas em Buenos Aires. O resultado foi o número um do Brasil, com o 85º posto no ranking mundial.

O tenista da cidade de Americana (SP) não terá descanso. Ele joga a última partida da quadra central a partir das 20h30 diante do espanhol Nicolas Almagro que eliminou o mineiro André Sá por 6/1 7/6. Os dois duelam pela primeira vez no circuito profissional.

Para Ferrero, a derrota foi um balde de água fria. Semifinalista na Argentina, ele veio ao Brasil pela primeira vez e como segundo pré-classificado era favorito ao título na terra de sua namorada. Além disso sua ligação com o país aumenta. Seu técnico possui uma casa próximo à Costa do Sauípe.

O jogo

A última partida da quadra central marcou uma grande virada do brasileiro no primeiro set. Ferrero começou muito regular do fundo, errando quase nada e logo abriu 3/0. Mas, Flávio não se abateu. Mudou a tática de jogo jogando com mais Top Spin, conseguiu o empate e com nova quebra abriu 5/4. O espanhol chegou a ter break-poinst no décimo game, mas não resistiu, perdendo por 6/4.

No segundo set, Saretta começou quebrando e levantou a torcida: 1/0. No game seguinte, o "Mosquito", assim apelidado, foi para cima e empatrou a partida. O sétimo game foi o ponto chave do jogo. O paulista conquistou mais uma quebra com uma série de erros do adversário. Sacou muito bem, abriu 5/3 e fechou a partida na sequência: 6/3.
banner
banner