X
banner

Andreev fatura caneco em Valência. Puerta é campeão em Casablanca

Domingo, 10 de abril 2005 às 18:42:05 AMT

Link Curto:

Igor Andreev
Com 15 locais inscritos na chave principal de Valência, poucos imaginavam que o título acabaria nas mãos de um estrangeiro. Neste domingo, o russo Igor Andreev completou a fila de espanhóis e conquistou o primeiro torneio da carreira. Na final, o tenista de apenas 19 anos venceu o quinto cabeça-de-chave David Ferrer por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/3.


O jogo teve duas horas e nove minutos de duração. No caminho rumo ao troféu, Andreev derrotou quatro espanhóis, três dos quais em seqüência: Rafael Nadal nas quartas, Ivan Navarro Pastor na semi e hoje Ferrer. Seu único adversário não-local foi o italiano Potito Starace, de quem ganhou na segunda rodada.

A partida deste domingo foi marcada por reviravoltas. No primeiro set, Ferrer abriu logo uma quebra e pulou à frente em 2/0. No entanto, permitiu a reação, perdeu quatro games consecutivos e levou a virada. Na parcial seguinte, o espanhol fez 3/0, mas devolveu em desvantagem de 4/5 e só conseguiu a vitória com quebra no 12º game.

No terceiro set, Ferrer ainda tentou reagir após sair atrás em 1/5, mas perdeu o serviço pela oitava vez no nono e decisivo game. Os números comprovam a superioridade de Andreev: o russo aproveitou oito de 13 break points e terminou a partida com dez pontos de vantagem em comparação ao rival, que vinha embalado pela semifinal no Masters de Miami.

Este é o primeiro título da carreira de Andreev em três decisões. Em 2004, o russo havia chegado às finais de Bucareste e Gstaad, mas perdido em ambas. Na temporada atual, tinha até então como melhor resultado o avanço às oitavas no Masters de Miami, onde perdeu para o espanhol Juan Carlos Ferrero.

Casablanca
Mariano Puerta foi o grande campeão na final argentina do ATP de Casablanca disputado também sobre saibro.

Puerta não deu chances ao jovem Juan Monaco e venceu por 2 sets a 0 6/4 6/1.

Puerta não ganhava um título em torneio de alto nível desde 2000, quando faturou Bogotá. Naquela temporada, foi ainda às finais no México, Santiago, Gstaad e Umag e à semi de Casablanca e Mallorca. Não por acaso, atingiu o melhor ranking da carreira, o 18º lugar.

Monaco, chegou a sua primeira final de torneio nível ATP. Antes de Marrocos, o tenista de 20 anos havia caído nas duas semifinais anteriores que disputara, em Sopot e Palermo no ano passado.
banner
banner