X
banner

Mello sofre, mas classifica Brasil na Copa Davis

Domingo, 12 de fevereiro 2006 às 20:34:41 AMT

Link Curto:

Ricardo Mello - Davis x Peru
Boa hora para chegar a primeira vitória de Ricardo Mello em 2006. Justamente no momento mais importante, o jogo decisivo entre Brasil e Peru na Copa Davis. O campineiro passou por Ivan Miranda numa partida sofrida de quatro sets: 7/6 (7/4) 3/6 6/4 6/2. Assim o time brasileiro marcou 3 a 2 na casa do adversário e enfrenta o Equador na busca por uma vaga nos playoffs do Grupo Mundial.

Guga comemora vitória brasileira

Na primeira partida do dia, Flavio Saretta não resistiu a Luis Horna e acabou perdendo em duros quatro sets. Aí sim, coube a Ricardo Mello, número 149 do mundo, a classificação do Brasil na Copa Davis. Muito criticado pro ter sido convocado no lugar que seria de Marcos Daniel, atual número dois do mundo, e por não não estar numa fase tão boa, o capitão Fernando Meligeni teve a chance de jogar com Guga, mas apostou no campineiro que não decepcionou.



Mello chegou a sua primeira vitória na temporada 2006. Nos torneios anteriores o paulista sofreu baixas em Chennai (Índia), quali de Sydney, Aberto da Austrália, ATP de Delray Beach (EUA) e na primeira partida da Davis na sexta-feira.

“ Não tem jogo tranqüilo na Davis, tem que brigar, lutar o tempo todo. Não é fácil jogar para definir o confronto e fiquei concentrado pensando nisso desde a hora que acordei até o último ponto do jogo. Eu estava precisando de uma vitória como essa. Agora vou para Buenos Aires, cansado mas muito mais confiante”, disse Ricardo Mello.

Após essa dramática vitória no saibro peruano, a equipe canarinha terá outra parada dura no Grupo I do Zonal Americano na Davis. Enfrentaremos o Equador dos irmãos Nicolas e Giovanni Lapentti fora de casa na busca por uma vaga nos playoffs que podem levar o time ao tão sonhado Grupo Mundial em 2007. As duas equipes se enfrentaram três vezes na história com três conquistas do Brasil. O último duelo foi há 19 anos em São Paulo com vitória nacional por 4 a 1.

“Foi duro, mas eu nunca ganhei nada de graça. Como jogador era sempre uma batalha vencer um jogo e como capitão acontece o mesmo. Mais uma vez, quero dizer que é muito bom trabalhar com esse grupo, sempre unido,um ajudando o outro, todo mundo se apresentando para treinar e jogar todos os dias. É bom e difícil pra mim, por que tenho que tomar minhas decisões, mas eles provaram que fizemos tudo certo dentro de quadra, que nossas táticas estavam certas”, disse o capitão Meligeni que vai comemorar a vitória antes de pensar no Equador.

“Vou acompanhar alguns torneios, ver os jogadores em ação para depois pensar no confronto contra o Equador”, finalizou.

O jogo

A partida foi muito dura. O nível técnico não foi dos melhores com muitas trocas de bola em golpes de Top Spin. Mas, não importa, jogo de Copa Davis é guerra. E foi assim que Mello encarou desde o início.

Com uma quebra logo no começo da partida o brasileiro liderou quase todo o set. Chegou a ter dois set-points, mas Miranda empatou o jogo e levou ao tie-break. No desempate, Ricardinho se impôs 7/6 (7/4).

O segundo set ia empatado até 3/3. Quando, então, o peruano conquistou uma quebra e embalou para fechar em 6/3. Mello parecia cabisbaixo quando viu seu saque ser quebrado novamente no início do terceiro set. Mas, ele conseguiu devolver a desvantagem por duas vezes e na sequência pulou na frente 5/4. Com um erro de Miranda, Mello fechou o set em 6/4.

O quarto e decisivo set mostrava dois jogadores em estados completamente diferentes. El "chino" como é chamado no Peru, estava muito cansado. Fazia sua terceira partida em três dias e não aguentava mais as trocas de bola com o brasileiro. Mesmo saindo com uma quebra atrás, Ricardo virou para 5/2 e encerrou o drama no balneário de Asia com um smash: 6/2.
banner
banner