X

Murray vence duelo dramático contra Wawrinka no 1º jogo noturno de Wimbledon

Segunda, 29 de junho 2009 às 18:55:17 AMT

Link Curto:

Andy Murray - Wimbledon 09 IV
O retrospecto de equilíbrio, que mostrava, antes do jogo, quatro triunfos de Andy Murray e três de Stanislas Wawrinka, foi a tônico da partida válida pelas quartas de final de Wimbledon. O número 3 do mundo derrotou o 18o. colocado por 3 sets a 2 com parciais de 2/6 6/3 6/3 5/7 6/3 após 3h56min de duração.

A partida entra para a história como a primeira noturna do terceiro Grand Slam do ano que é disputado desde 1877. A chuva caiu por cerca de 30 minutos em Londres e o teto retrátil foi fechado pela primeira vez para o jogo de Dinara Safina e Amelie Mauresmo, com triunfo da russa. Apesar de não estar chovendo, a organização resolveu manter a quadra coberta e como as luzes ficam acesas foi possível dar prosseguimento à partida até às 22h40min, horário britânico.

O jogo começou de forma ruim para o tenista da casa que cometeu muitos erros (ao todo 8 no primeiro set) e fez apenas quatro winners. Ele foi dominado pelo adversário que o quebrou duas vezes e marcou 6/2.

Na segunda etapa, Murray sacou melhor, e diminuiu para apenas um erro não-forçado. O set foi equilibrado no início até o escocês de Dunblane salvar dois breaks, fazer 4/3 e conseguir uma quebra para fechar com ace por 6/3.

Wawrinka parece ter perdido a concentração no fim da terceira etapa ao ser quebrado duas vezes seguidas para perder pelo mesmo placar.

Os dois último sets foram nervosos. Ambos tenistas tiveram muitas oportunidades, mas ninguém concluía. Até que Murray quebrou a corda da raquete em seu game de saque. Na volta, com raquete nova, cometeu alguns erros no backhand, cedeu a quebra e Wawrinka fechou com um saque indefensável.

No último set a torcida foi fundamental para carregar o tenista da casa que largou firme abrindo 3/0. A tensão e os erros apareceram no quinto game e Wawrinka conseguiu devovler a desvantagem e empatar. A persistência foi importante para Andy. Ele desperdiçou dois breaks no oitavo game, mas correu atrás e na terceira chance despachou winner de direita no contra-pé levantando os fãs. Com 5/3, o escocês jogou bem e fechou com novo winner se ajoelhando na quadra central.

O tenista de 22 anos repete seu desempenho do ano passado quando alcançou as quartas de final e foi derrotado por Rafael Nadal. Curiosamente seu jogo das oitavas havia sido uma batalha de quatro horas e de virada diante do francês Richard Gasquet.

Segundo favorito ao título depois de Roger Federer, o jovem tenta dar um passo a mais para a tão sonhada final e enfrentará o ex-número 1 do mundo, Juan Carlos Ferrero, que repete seu melhor resultado (conquistado em 2007 quando perdeu para Federer). O espanhol, que ocupa apenas a posição 70 do ranking, passou em três sets pelo francês Gilles Simon, sétimo do mundo, por 7/6 (7/4) 6/3 6/2.

O retrospecto mostra apenas um jogo entre os dois vencido por Murray, e há poucas semanas atrás na grama de Queen´s, torneio pelo qual o tenista da casa foi o campeão.
banner
banner
banner