X

Nadal é uma vítima do calendário selvagem, afirma médico do jogador

Sexta, 26 de junho 2009 às 18:41:19 AMT

Link Curto:

Nadal - Wimbledon 08 - Caído em Quadra
A lesão nos joelhos de Rafael Nadal colocaram na mesa mais uma vez a discussão sobre o apertado calendário e a exigência física que ele proporciona. Ángel Ruiz Cotorro, médico do número 1 do mundo e da equipe espanhola da Copa Davis concedeu entrevista à Rádio Marca e ao Eurosport, repudiando o mesmo e ressaltando a exposição física que vivem os jogadores.

"Os tenistas estão submetidos a muita pressão e a muitos jogos, é difícil poder racionalizar o calendário pois já está determinado no circuito", disse: "Nadal é só um exemplo mais. O circuito é muito exigente e deveria se diminuir o número de torneios obrigatórios, limitá-los. Imagina os jogadores que precisam jogar o quali, dois dias antes da chave ?".

"O circuito não protege os jogadores e todos somos responsáveis. O que acontece é que há muitos interesses".

Nadal progride na lesão

Sobre a tendinite do joelho de Rafa, Contorro destacou que o tenista "está fazendo exercícios e tratamento além do descanso. A preparação física e recuperação estão nos prazos estabelecidos, já já ele começa a ir para a quadra bater bola e vamos ver se avança. Ele tem os tendões dos quadríceps inflamados e a parte que une com o osso , a rótula, está começando a ser afetada. O enorme poder físico de Nadal está na potência de sua parte inferior que lhe permite dar freadas e arrancadas explosivas tão características de seu jogo".

Contorro foi taxativo na mudança brusca de superfície que acontece no circuito: "As mudanças são ruins principalmente quando acontecem de um dia para o outro. Os períodos de adaptação são curtos. no futuro, todos esses tenistas de hoje terão problemas físicos. O tenista se retira e lá pelos 40, 50 anos, se diminuem os exercícios físicos, os problemas articulares aparecem".
banner
banner
banner