X
banner

Roddick passa mal, vomita e perde, Blake empata confronto. Chile começa bem

Sexta, 10 de fevereiro 2006 às 22:27:21 AMT

Link Curto:

Roddick - Basel
A fase de Andy Roddick não é das melhores. Em partida válida pelo confronto entre Estados Unidos e Romênia na Copa Davis, o ex-número 1 do mundo abriu 2 a 0, mas permitiu a virada de Andrei Pavel. O americano se sentiu mal no início do quarto set, Pavel se aproveitou e virou para 3 a 2 com parciais de 6/7 (2/7), 2/6, 7/6 (10/8), 6/2 e 6/4. Para sua sorte, o seu compatriota James Blake conseguiu igualar o duelo, derrotando Victor Hanescu com facilidade por 3 a 0, parciais de 6/4, 7/6 (7/5) e 6/2. Já em outro confronto válido pela primeira rodada, o Chile começou bem jogando em casa e abriu 2 a 0 no primeiro dia

A partida entre Andy Roddick e Andrei Pavel começou bastante equilibrada. Na primeira parcial nenhum dos jogadores conseguiu a quebra e tudo teve que ser decidido no tie-break. No desempate, Roddick mostrou-se mais consistente e fechou em 7 a 2.

A vitória no primeiro set encheu o americano de confiança. Bem mais motivado, Roddick conseguiu abrir duas quebras de vantagem no set seguinte e fechou em fáceis 6 a 2.

Quando tudo parecia caminhar para uma vitória tranqüila do americano, Pavel cresceu novamente na partida e a série teve que ser novamente decidida no tie-break. No momento mais emocionante da partida, Roddick perdeu alguns match points, o tie-break por 10 a 8 e o rumo.

Logo após, no início do quarto set, Roddick sentiu uma indisposição estomacal, passou mal e vomitou por duas vezes em plena quadra. Mesmo assim ele permaneceu no jogo, mas sem o controle das ações acabou sendo facilmente dominado pelo adversário. O quarto set foi um passeio de Pavel, que abriu 6 a 2 sem problemas. E no último, o romeno manteve-se com a confiança alta e conseguiu a sensacional virada, fazendo 6 a 4, e 3 sets a 2.

Depois da derrota de Roddick, foi a vez de James Blake entrar em quadra. Disposto a mudar o panorama do duelo, Blake não deu chances a Hanescu. No primeiro set conseguiu abrir uma quebra de vantagem e fez 6 a 4. No segundo, o equilíbrio predominou, mas o americano ganhou o tie-break por 7 a 5. Na terceira parcial, já com o romeno desmotivado, Blake fez 6 a 2 facilmente.

Com o empate no primeiro dia, o jogo de duplas amanhã se tornou fundamental para decidir o rumo do confronto. Essa partida reunirá os irmãos Mike e Bob Bryan pelos Estados Unidos e Andrei Pavel e Victor Hanescu como representantes da Romênia. Quem vencer ficará a uma vitória da classificação.

Mas se os Estados Unidos não começaram tão bem assim, o mesmo não pode ser dito sobre o Chile. Os chilenos abriram vantagem sobre a Eslováquia com as vitórias de Fernando Gonzalez e Nicolas Massu. O primeiro a entrar em quadra foi Gonzalez, que conseguiu a vitória sobre Michal Mertinak por 3 a 0, com parciais de 7/6 (7/5), 7/6 (7/3) e 6/3. No outro duelo, Nicolas Massu saiu perdendo, mas conseguiu reverter o placar e saiu vencedor diante de Dominik Hrbaty por 3 a 1, parciais de 6/7 (5/7), 6/3, 6/1 e 7/6 (7/4), em quatro horas de partida.

O confronto continua amanhã, com o jogo de duplas. A princípio, os mesmos jogadores que jogaram simples formarão as duas duplas. Mas os técnicos ainda podem rever essa estratégia até horas antes da partida. Caso o Chile consiga a vitória, o confronto se define amanhã mesmo.
banner
banner