X

Ingressos para Brasil x Equador custarão R$ 60

Quinta, 18 de junho 2009 às 21:07:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O confronto entre Brasil e Equador no Gigantinho, em Porto Alegre, entre os dias 18 e 20 de setembro pelos Play-offs da Copa Davis, foi apresentado oficialmente à imprensa hoje, dia 18, nas suítes do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Estiveram presentes no local o presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Jorge Lacerda, o presidente da Federação Gaúcha de Tênis, Luiz Fernando Pires, o presidente do Sport Club Internacional, Vitorio Piffero, o diretor de Marketing do Grupo Opinião, Alexandre Lopes, o vice-prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, o secretário municipal de Esportes, João Vaz Bosco e o diretor da OxySports, André Bueno.

O Brasil, que não disputa o Grupo Mundial desde 2003, disputará em Porto Alegre (RS) seu quarto play-off consecutivo. Jorge Lacerda, presidente da Confederação Brasileira de Tênis, disse que acredita no empenho da equipe brasileira, e que o grupo, mesmo sendo diferente da equipe de 1998, última vez que a cidade recebeu a Davis, está trabalhando para voltar a fazer parte da elite mundial. “Teremos um grande evento. A equipe nacional está totalmente renovada e a soma dos esforços dos organizadores junto com o clube-sede, Internacional, teremos a edição mais completa da Copa Davis”.

O presidente do Sport Clube Internacional, Vitorio Piffero, enalteceu o evento e disse que o clube se sente honrado de receber a Copa Davis no ano de seu centenário. “Estamos honrados em receber esta mega-evento e não será apenas os jogos da Davis, mas sim uma série de atrações que o Internaconal estará recebendo durante os jogos”.

A estrutura da quadra também foi discutida: André Bueno, da OxySports, declarou que a quadra de saibro coberta atende às exigências da comissão da Copa Davis, e esclareceu que mais informações sobre a parte técnica serão divulgadas nos próximos meses.

Já Alexandre Lopes, do Grupo Opinião, destacou a importância da divulgação do evento e do profissionalismo dos envolvidos na edição. Em conjunto com Jorge Lacerda, revelou que a previsão de custo de ingressos para os três dias das disputas é de 60 reais para arquibancada, 150 reais para cadeiras, 300 para área VIP e 600 para Box (com direito ao acesso à área VIP). Para federados e sócios do Internacional, os bilhetes para arquibancada custarão R$ 50, e para cadeiras perpétuas, R$ 30.

Na ocasião, ainda foi ressaltada a importância da realização do evento para Porto Alegre. José Fortunati, representando o prefeito da capital Gaúcha José Fogaça, destacou que o tênis começa a ganhar mais espaço, e que, “com a Copa Davis, poderemos realizar projetos para trazer crianças e adolescentes que se encontram em vulnerabilidade social a favor do esporte”.

Da última vez que Porto Alegre recebeu a Copa Davis, em 1998, o Brasil perdeu por 3 a 2 para a Espanha de Alex Corretja e Carlos Moya. A equipe nacional tinha Guga, Fernando Meligeni e Jaime Oncins.
banner
banner
banner