X

Guga e Bruguera prometem disputa acirrada no sábado

Quinta, 11 de junho 2009 às 19:16:40 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
"Eu gostei muito da ideia de jogar esta partida exibição com o Guga na cidade dele, não só por ser um jogo simbólico, mas também pela amizade que temos", disse o espanhol bicampeão de Roland Garros, Sergi Bruguera, na tarde desta quinta-feira, durante coletiva realizada no Lagoa Iate Clube. Ele será o adversário de Guga neste sábado, às 19h, na Passarela Nego Quirido, quando o tricampeão do Grand Slam francês se apresentará diante da torcida em Florianópolis, como parte da programação da Semana Guga Kuerten.

"Não teria partida mais simbólica do que esta. Resgatar um jogo que ocorreu há 12 anos tem um significado tão importante faz parte da ideia desta semana. Quero passar para os espectadores a sensação que eu tive com esta partida que marcou o início da minha carreira", explicou Guga, justificando a escolha de ter Bruguera do outro lado da quadra. Em três ocasiões em que se enfrentaram ao longo de suas carreiras como profissionais, o catarinense venceu todas.

Em 1997, a final de Roland Garros surpreendeu o espanhol. "Ele não era conhecido no circuito profissional e me impressionou muito a sua força mental em uma decisão de um Grand Slam', contou o ex-número 3 do mundo que caiu por 3 sets a 0 (63, 64 e 62) diante do novato. Depois, em 1999, os dois voltaram a se encontrar nas quartas-de-final do torneio de Mallorca, com mais uma vitória do brasileiro, desta vez por duplo 64. O último duelo entre eles ocorreu em 2000, em Bogotá, quando Guga mais uma vez saiu vitorioso, por 64 61.

Enquanto Guga não joga há um ano, Bruguera está na ativa. Ele disputa torneios do ATP Champions Tour e participou da chave de duplas da categoria masters de Roland Garros com o holandês Richard Krajicek. "Mesmo sem treinar, o Guga é talentoso", disse Bruguera, esperando uma partida difícil para este sábado. "Nós somos competitivos, em quadra sempre vamos querer ganhar", disse o espanhol. "Até se rolasse uma bolinha de gude aqui, nenhum dos dois gostaria de ficar para trás", completou Guga.

"Na verdade, eu aceitei o desafio porque quando ele me convidou ele disse que toparia apostar o troféu de Roland Garros de 1997", brincou Bruguera. "Não gostei disso não. Ele já chegou querendo colocar a mão no meu troféu", respondeu Guga. "Já vou pedir para o Larri não ir para a Europa e ficar aqui para me preparar melhor", completou, com bom humor. Nesta sexta-feira, às 11h, Guga e Bruguera experimentarão a quadra de saibro montada especialmente para receber o desafio, na Passarela Nego Quirido, em Florianópolis.
banner
banner
banner