X

Federer faz história, vence Roland Garros e iguala Sampras

Domingo, 07 de junho 2009 às 12:05:00 AMT

Link Curto:

Federer - Campeão RG 09 II
Leia Mais:
Blog - Federer é o maior da história ?
Veja campanha de Federer em 2009
Soderling: 'Federer me deu uma lição'
Reveja como foi o jogo que deu o caneco ao suíço!
Confira lista dos campeões de Grand Slams!
Federer: ‘Poderia me aposentar feliz’
Suíço ficou assustado com invasão, mais não perdeu o foco no jogo
Nadal não viu a final, mas vai mandar mensagem parabenizando Federer
Guga parabeniza Federer: 'Ele merece este título'

O suíço Roger Federer confirmou favoritismo e conquistou neste domingo o título do Aberto de Roland Garros pela primeira vez na carreira. Na final o atual número dois do mundo derrotou o sueco Robin Soderling (25º) por três sets a zero com parciais de 6/1 7/6 (7/1) 6/4 em 1h55 de partida. Com a conquista, ele iguala o americano Pete Sampras com 14 títulos de Grand Slam e se torna o maior vencedor de majors da história do esporte. Além disso, ele se torna o sexto homem na história do tênis a conquistar os quatro maiores títulos do circuito.

Federer dominou o rival e foi superior ao longo da partida, à qual venceu sem sustos. O jogador de 27 anos natural da Basileia diparou 16 aces contra apenas 2 do tenista escandinavo e anotou 41 winners contra 24 do rival.

Essa é a primeira vez que Federer vence o Aberto francês em quatro finais seguidas (foi vice em 2006, 2007 e 2008). Contra Soderling, que nunca havia chegado sequer às oitavas-de-final de um Grand Slam, o suíço conquistou sua décima vitória em dez jogos.

O suíço é agora o único ao lado de Andre Agassi a possui os quatro majors em pisos diferentes. Os dois e mais quatro tenistas (Roy Emerson, Fred Perry, Don Bugde e Rod Laver) são os únicos a vencerem os quatro maiores torneios do mundo.

O Jogo

O primeiro set foi um verdadeiro massacre de Federer. Nervoso com sua primeira final de Grand Slam, Soderling esteve muito aquém do nível que apresentou ao longo da competição. Logo no primeio game da partida, o suíço quebrou o serviço do rival após dupla-falta e colhendo erros do rival conseguiu nova quebra no terceiro game para rapidamente abrir 4/0. Confirmando seus games de saque sem maiores problemas, Federer conseguiu nova quebra no sétimo game e fechou o set com 6/1 após erro na rede do número 25 do mundo em apenas 23 minutos.

O segundo set foi bem mais equilibrado e conturbado. O tenista escandinavo passou a errar menos e equilibrou as ações no seu serviço, ainda que não conseguisse pressionar o serviço do rival. A parcial foi marcada pela invasão de um torcedor fanático no intervalo do quarto game que tentou colocar um gorro de papai noel no suíço (ele logo foi detido pelos seguranças) e por uma pequena paralisação devido à chuva. Problemas à parte, Federer não perdeu o foco no jogo e no tie-break dominou o rival, marcando 7/6 (7/1) em 49 minutos.

No teceiro e decisivo set, Federer começou mais atendo e empolgado pela boa vantagem no score. Ele conseguiu uma quebra logo no primeiro game e na sequência administou bem seu serviço para fechar com 6/4 após erro de devolução do sueco e chorar muito de alegria após garantir a vitória por três sets a zero.

Em seguida, na cerimônia de premiação, Federer, visivelmente emocionado, chorou ao ouvir o hino da Suíça e recebeu o tão almejado troféu de campeão das maõs do americano Andre Agassi sendo ovacionado pelo público.
banner
banner
banner