X

Kuznetsova foi ajudada por Federer em virada na sua carreira

Sábado, 06 de junho 2009 às 13:21:46 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Fabrizio Gallas, direto de Paris

Campeã do Aberto da França, Svetlana Kuznetsova chegou na sala de imprensa com um terninho branco brilhante, se surpreendeu com a grande quantidade de jornalistas e falou sobre a inédita conquista após bater a compatriota Dinara Safina por 6/4 6/2.

“Ainda estou nas nuvens ainda não sei o que aconteceu. Só queria jogar da melhor maneira possível . Tinha muitas emoções dentro de mim, pude controlá-las e finalmente pude ganhar aqui. É algo muito grande pra mim”, declarou a número 7 do mundo que havia sido vice-campeã em 2004, diante de Anastasiya Myskina e Justine Henin em 2007.

Kuznetsova admitiu que no ano passado, após a derrota em Roma, esteve perto de se retirar do tênis. Ela pediu conselhos à Marat Safin e optou por sair da Espanha, da Academia Sanchez Casal, onde treinava há anos, para voltar pra Rússia. A tenista foi muito criticada pela decisão, mas declarou que o atual número 2 do mundo, Roger Federer, o ajudou a voltar pra casa: “Antes de Roland Garros no ano passado fui pra Moscou, deixei meu treinador chateado, não queria treinar, não queria voltar pra Espanha. Cheguei até a pensar em parar. Voltei pra Moscou e ficavam me dizendo que não conseguiria ficar lá por falta de lugar pra treinar, muita distração, vida noturna. Então bati um papo de dez minutos com o Federer nas Olimpíadas e ele me aconselhou a fazer o que meu coração mandava, que só Deus pode nos julgar e eu acreditei nisso. Voltei pra lá, consegui fazer minhas coisas, concentrei no treino, fiquei perto dos amigos e isso foi bom pra mim”.
banner
banner
banner