X

Ricardo Mello recebe convite e disputa Brasil Open

Terça, 07 de fevereiro 2006 às 15:47:25 AMT

Link Curto:

Ricardo Mello IV
O paulista Ricardo Mello recebeu nesta terça-feira um wild card (convite) para o Brasil Open 2006, que acontece de 18 a 25 deste mês, na Costa do Sauípe. Com o convite de Mello, dado pelos organizadores do único torneio ATP realizado no país, o Brasil tem agora quatro brasileiros confirmados na chave principal: Gustavo Kuerten, Flávio Saretta, Marcos Daniel e Mello.


De Ásia, no Peru, onde se prepara para o confronto da Copa Davis no próximo final de semana, Mello não escondeu a satisfação de ter recebido o convite e não precisar disputar o qualifying. “Fiquei muito feliz com o wild card. É um empurrão que os organizadores do Brasil Open estão me dando”, disse.

Mello tem boas lembranças do Brasil Open 2005, quando chegou às semifinais, sendo parado pelo espanhol Rafael Nadal, que mais tarde ergueu o troféu do torneio. O brasileiro aponta até hoje sua atuação na Costa do Sauípe como uma das principais da temporada passada. “Jogar em casa, com o apoio da torcida e perto da família, tem um peso diferente. Sempre gostei muito de disputar o Brasil Open e quero aproveitar a chance de entrar direto na chave principal este ano”, afirmou ele que, além das semifinais em 2005, também foi quadrifinalista em 2003.

Juvenil Fabiano de Paula joga o quali e participa do Tênis Esperança

Ganhar a oportunidade de estar em um torneio ATP é o sonho de qualquer tenista que pensa em seguir carreira e se profissionalizar no esporte. E o carioca Fabiano de Paula, de apenas 17 anos, vai ter a chance de jogar pela primeira vez o qualifying do Brasil Open, já que acaba de ser contemplado com um wild card (convite) para o classificatório e também terá todas as suas despesas pagas pela organização. “Estou muito empolgado. Vai ser uma boa experiência e pretendo aproveitá-la ao máximo”, disse.

O convite para o quali é apenas mais um sonho realizado para Fabiano, que encontrou no tênis o caminho de um futuro promissor. O carioca, que vive na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, é um vencedor não só dentro das quadras, mas também fora delas. Sua paixão pelo tênis começou aos 11 anos quando foi trabalhar como boleiro em um hotel. Ganhou uma raquete dos professores e nos intervalos corria para o paredão. Aprendeu observando de longe os professores.

Com 12 anos, Fabiano deixou de ser pegador e passou a ser rebatedor. Seguiu assim até os 14 anos e então foi convidado para treinar com Alexandre Meirelles, que é seu técnico até hoje. Com a parceria, Fabiano teve a oportunidade de viajar para disputar torneios no Brasil e no exterior e pode evoluir seu jogo.

Sua meta é se profissionalizar e poder ganhar dinheiro com o tênis. “Quero poder comprar uma casa para a minha família e dar uma condição de vida melhor para eles”, afirmou.

Além de disputar o quali, Fabiano poderá passar um pouco de sua experiência às crianças carentes da região, dentro das atividades do projeto social Tênis Esperança. “Quero mostrar às crianças que, quando se batalha por um sonho, independente de ser rico ou pobre, pode-se chegar lá”, contou Fabiano, que está viajando pela América do Sul desde o início de janeiro para a disputa do Circuito Cosat.

INGRESSOS – Os ingressos para o Brasil Open estão à venda pelo telefone (11) 2163.2000, pelo site www.ingressorapido.com.br, na loja Show Ticket do Shopping Iguatemi, em São Paulo, e nas lojas da Ticketmix, em Salvador. O preço do ingresso varia de R$ 10 a R$ 200.

Fonte: DGW Comunicação
banner
banner