X

Alves celebra melhor atuação em Paris e se diz preparado para furar o quali

Quarta, 20 de maio 2009 às 13:19:10 AMT

Link Curto:

Thiago Alves - Brasil Open 09

Por Fabrizio Gallas, direto de Paris

O brasileiro Thiago Alves, número 118 do mundo, garantiu passaporte para a rodada decisiva do qualificatório de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada ao frustrar a torcida local e bater o francês Edouard Vasselin por 7/5 3/6 6/3 após 2h08min de partida. Após o duelo, Alves concedeu entrevista exclusiva ao Tênis News. Clique Aqui e ouça entrevista com Alves!

"Nos cinco primeiros games de saque dele no jogo não devo ter feito pontos, o cara tava sacando muito bem, o tempo inteiro me pressionando, mas consegui fazer um grande set. No segundo set eu tava melhor, mas ele me deu um break, segurou e no terceiro consegui a quebra no 4/2 que foi a chave para ganhar o jogo", disse o brasileiro que teve um final de jogo dramático ao desperdiçar três match-points: "Num match-point escorreguei, tive um azar, os outros dois ele jogou bem. Mas acabei jogando bem nos momentos importantes e pra ter os match-points e dando winners".

Alves não fez muitas partidas no saibro pariense e está apenas repetindo seu melhor resultado que foi a final do quali do ano passado quando foi derrotado pelo espanhol Miguel Jaen. Por isso mesmo ele celebrou muito a atuação na quadra 7, a maior das quadras de fundo do complexo: "Esse foi o meu melhor jogo em Roland Garros. Primeira vez que joguei nessa quadra, com torcida contra diante de um francês".

O paulista de São José do Rio Preto agora enfrenta o vencedor do duelo entre o sueco Bjorn Rehnquist e o polonês Lukasz Kubot, finalista do ATP 250 de Belgrado há duas semanas: "Me senti bem ali e estou começando a gostar do saibro. Agora só falta uma. Esse ano estou melhor que ano passado. Atuei bem nas duas partidas. Estou mais bem preparado para entrar na chave principal nesse ano".

"O Kubot estava jogando só duplas e nesse ano começou a fazer bons resultados em simples com final em Belgrado, tá pegando confiaça, na Costa do Sauípe quase ganhou do Thomaz Bellucci. Ele é perigoso, bate forte na bola e é top. Rehnquist é mais passador de bola. Vai ser mais uma dureza, mas o que vier vou estar bem", completou.
banner
banner