X

Feijão emocionado e surpreso com escolha na Copa Davis

Sexta, 27 de janeiro 2006 às 00:37:22 AMT

Link Curto:

Joao Souza II

Por Fabrizio Gallas, Tênis News

O tenista juvenil João Souza, o Feijão, declarou a Tênis News que "ainda não caiu a ficha" sobre a emoção de ser convocado, nesta quinta, para integrar o time brasileiro da Copa Davis no confronto diante do Peru, entre os dias 10 e 12 de fevereiro. Ele será o reserva na equipe que contará com Guga, Saretta, Mello e André Sá. O tenista de 17 anos também falou sobre sua viagem à Austrália. Mesmo não trazendo os resultados que esperava, as duas semanas "foram uma experiência de vida".


Em entrevista concedida à Tênis News há duas semanas, Feijão contou sobre o sonho de todo juvenil: disputar a Copa Davis. Pois bem, o sonho de jogar só daqui há alguns anos, mas viver a um confronto junto com os tenistas que o disputam já trará grande bagagem ao jovem de Mogi das Cruzes, São Paulo: "Estou super feliz! Não caiu a ficha ainda! Foi surpresa total. Vai ser muito bom conhecer os caras como o Guga, Saretta, Mello e Sá. Representar o Brasil, ver a rotina dos jogadores. " comemorou o tenista que é o número 58 do ranking juvenil ITF.

João ainda falou da importância que a experiência vai trazer para a sua carreira profissional que está apenas começando: "Vai ser importante pois vou estar vivendo a pressão de lá, da torcida contra. Vou ficar nervoso sim, vai ser difícil se adaptar a isso, mas será super válido." assinalou o tenista que treina no Rio de Janeiro e começou a jogar eventos profissionais em 2005, alcançando às semifinais no Future de Fortaleza. Ele ocupa atualmente a 879ª colocação no ranking da ATP.

Fejão ficou sabendo da notícia da convocação no mesmo dia que chegou de viagem de Melbourne, local onde disputou dois torneios juvenis, incluindo o Aberto da Austrália. Apesar de não ter o desempenho esperado (caiu na segunda rodada no Opus International e no Grand Slam), ele trouxe várias lições de comportamento dentro e fora da quadra: "Foram duas semanas boas. Fiquei satisfeito pois foi uma lição para a vida toda, não só para o tênis. Voltei com outra cabeça de lá. Sei agora do que posso melhorar como a atitude dentro de quadra."

"Estar num torneio como esse, com diversas quadras, muita torcida, vendo os profissionais como Ivan Ljubicic entre outros treinando foi muito bom. Não fui mal, o nível é muito duro. São os melhores juvenis, ganhar ou perder faz parte em torneios como esse. Para se ter noção do nível, diversos cabeças de chave caíram cedo também."

A escolha de um reserva juvenil no time da Copa Davis vem desde o confronto diante das Antilhas Holandesas em julho de 2005. Na ocasião, Ricardo Hocevar foi escolhido. Diante do Uruguai, Raony Carvalho foi o felizardo.

Antes da Copa Davis que será realizada entre os dias 10 e 12 de fevereiro na cidade de Asia, cerca de 100 km ao sul da capital peruana Lima, João Souza tentará somar pontos no Challenger de Florianópolis, que distribuí 25 mil dólares em prêmios.
banner
banner