X

João Vitor e Henrique Cunha nas semi do Cosat

Quinta, 26 de janeiro 2006 às 18:26:19 AMT

Link Curto:

Tênis Juvenil
Em um jogo muito disputado o tenista cuiabano João Vitor Fernandes conquistou uma vaga na semifinal da terceira etapa do Circuito Cosat, no Equador, ao vencer o argentino Andrea Colarini por 6/2 e 6/0 na tarde desta quinta-feira no Guaiaquil Tênis Clube.


Fernandes, cabeça-de-chave número 1 da categoria 14 anos, jogará nesta sexta em busca de uma vaga na final pela terceira vez consecutiva, em 3 etapas. Para isso terá de superar o adversário que lhe tirou o título na Colômbia no último sábado. Agustin Velotti [10], também da Argentina, superou o chileno Ivan Conejero [13] e reviverá na semi desta sexta, a final do último sábado quando superou o brasileiro por dois sets a um, parciais de 6/3, 3/6 e 7/5.

"Tenho certeza que será outro jogo, já estou me concentrando para jogar bem e não deixar escapar uma vitória em caso das oportunidades aparecerem" - disse o tenista que treina na Cia do Tênis que no terceiro set da final chegou a estar vencendo por 5/0 permitindo a virada.

João Vitor espera por uma partida como desta quinta-feira quando se portou mais agressivo e definindo melhor os pontos importantes sem dar muitas chances ao adeversário. "Fiz um bom jogo e ataquei bastante procurando preparar os pontos e matar na hora certa" - comentou sobre a estratégia. O jogo da semifinal ainda não tem hora definida mas deve ser programado para às 9h de Guaiaquil, 12h de Brasília.

Henrique Cunha

Duas semanas após enfrentar o argentino Facundo Bagnis na semifinal da etapa venezuelana do Circuito Cosat, Henrique Cunha voltará a duelar com o mesmo adversário. Nesta quinta-feira, 26, o tenista da equipe de competição Oncins Tennis (Petrobras/Lacoste) venceu o equatoriano Juan Pablo Gutierrez, por duplo 6/1, e vai tentar uma vaga na final da categoria 16 anos do JAS Guayaqui Bowl, a terceira etapa do Circuito Cosat, contra Bagnis. Na Venezuela, Cunha saiu vitorioso, por 6/1 e 6/4, e depois ficou com o título da competição.

A vitória desta quinta-feira foi uma revanche sobre Gutierrez que, há um ano, havia derrotado o jauense nas oitavas-de-final do Cosat venezuelano, por 6/2 e 7/6(6). “No ano passado fiz um jogo muito duro com ele, tive chances no segundo set, mas acabei perdendo. Desta vez, dei o troco”, afirmou o jovem treinado pelos irmãos Oncins.

A partida semifinal de Henrique Cunha, cabeça-de-chave número dois da competição, contra Facundo Bagnis, cabeça três, será nesta sexta-feira, 27, no Tênis Club de Guayaquil, no Equador. “Estava jogando muito bem na Venezuela e aqui também estou muito confiante. Espero vencer, mas sei que ele vai querer complicar a partida”, disse o jauense, que já eliminou outros dois cabeças-de-chave no torneio: Juan Florez, 13, e, agora, Gutierrez, 11.

Fonte: Imprensa Tennis Press
banner
banner