X

Tênis e Saúde - A lesão de Sharapova e os tipos de problemas no ombro

Domingo, 29 de março 2009 às 21:00:00 AMT

Link Curto:

Sharapova - Montreal 08 - Ombro

Por Dr. Gilbert Bang, membro da Society for Tennis Medicine and Science, ligada a ITF, ATP e WTA
A tenista Maria Sharapova, ex-número 1 do mundo, vem sofrendo de dores no ombro desde agosto de 2008. É sabido que o ombro é uma das articulações mais acometidas pelos tenistas.

As principais lesões no ombro são:
- tendinopatias (doenças do tendão): inflamações e degenerações que podem evoluir para rupturas parciais ou totais;
- bursite: inflamação de um coxim entre os ossos que tem a função de amortecimento. Geralmente ocorre em movimentos repetitivos e/ou de alta intensidade de elevação do braço acima da linha do ombro;
- mialgia: dores musculares decorrentes de fadiga ou lesão de sua estrutura;
- lesões de cartilagem: que podem ser isoladas ou acompanhadas de outras lesões. São provenientes de uma articulação instável.

A necessidade de força, resistência e estabilidade do ombro frente à elevada energia e grande amplitude de movimento é base fundamental para a saúde articular e bom desempenho esportivo.

As alterações mais comumente observadas e que podem ser consideradas normais para os tenistas são:
- maior amplitude na rotação externa;
- menor amplitude na rotação interna;
- escápula abduzida (tendência ao deslocamento lateral).

Outros desvios da escápula podem estar associados às lesões. Desvios no sentido superior e anterior são os mais comumente observados em atletas com lesões de ombro.

Os cuidados preventivos são importantes e devem ser realizados diariamente através de exercícios de fortalecimento, gesto esportivo e propriocepção.

Sobre Dr. Gilbert Bang

Gilbert Bang é médico fisiatra, mestre em Ortopedia e Traumatologia, médico do Centro de Reabilitação do Hospital Albert Einstein (SP), membro da Society for Tennis Medicine and Science (STMS) e fundador da BANGSPORTS.
banner
banner