X

Brasileiro naturalizado sueco joga com apoio do governo da Suécia na Gerdau

Sexta, 27 de março 2009 às 10:30:09 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
“Para mim, representar a Suécia ou o Brasil não muda em nada. Eu quero poder jogar tênis muito bem e me tornar um profissional.” A frase é de Christian Lindell, atleta que está se destacando nas quadras da Associação Leopoldina Juvenil, onde disputa a categoria 18 anos da 26ª Copa Gerdau de Tênis. Ele está nas quartas-de-final e nesta sexta-feira enfrenta o brasileiro José Pereira.

Na sua busca persistente para se tornar um tenista profissional, este filho de mãe brasileira e pai sueco acabou por se naturalizar sueco, em função de um patrocínio oferecido pela Confederação Sueca de Tênis, que lhe cede um técnico e toda a estrutura necessária para os treinos, além de viabilizar o patrocínio, oferecido pela empresa de esportes sueca Catella.

Ainda que conte com o apoio oferecido pela Suécia, Lindell não faz planos de morar definitivamente na Europa. “Vou passar algum tempo lá, treinando, mas não quero morar”, afirma o tenista que, depois da Copa Gerdau, vai descansar um mês no Rio de Janeiro e, após, seguir para a Suécia, onde tentará a classificação para a categoria juvenil de Roland Garros. “Se conseguir me classificar, vou ficar treinando lá por alguns meses”, observou.

Nascido no Rio de Janeiro (RJ), Lindell sempre morou no Brasil, onde despertou a paixão pelo tênis, aos oito anos de idade. Em 2007, quando passava férias com o pai na Suécia, aproveitou para treinar nas quadras locais e participou de um campeonato juvenil importante na categoria 16 anos, onde chegou à final. Observado pelos olhos atentos da confederação de tênis daquele país, recebeu imediatamente o reconhecimento pelo seu talento em quadra, com a proposta oficial de patrocínio.

No Brasil, ele treina no Centro de Treinamento da Amil, no Rio de Janeiro, mas, na Copa Gerdau, está acompanhado do técnico sueco Johan Kareld. Este ano, participou de diversas etapas do Circuito Cosat. Colômbia, Peru, Equador, Argentina, Paraguai e etapa brasileira disputada em Florianópolis estiveram em seu roteiro, que finaliza na capital gaúcha. Se o seu preparo físico for suficiente para agüentar as próximas rodadas, ele acredita que pode chegar à final em Porto Alegre, pois se sente bastante preparado. “Na quarta-feira joguei uma partida inacreditável, tive cinco match points antes de fechar”, disse ele, comemorando a classificação.

Ficha Técnica: Nome: Christian Lindell, Data de Nascimento: 20/11/1991, Local: Rio de Janeiro (RJ), Altura: 1,93m, Peso: 78 kg, Tensão das cordas: 55.
banner
banner