X

Clezar e Fernandes avançam nos 18 anos da Gerdau

Quarta, 25 de março 2009 às 21:07:18 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Os brasileiros Guilherme Clezar e Thiago Fernandes conquistaram nesta quarta-feira a segunda vitória na chave principal da categoria 18 anos masculino da Copa Gerdau de Tênis. Clezar, integrante da equipe do Instituto Gaúcho de Tênis, venceu o japonês Yasutaka Uchiyama de virada, marcando 2/6, 6/1 e 6/4, para a alegria da torcida que apoiou o tenista na Associação Leopoldina Juvenil.

O jogo, marcado pela tensão, fez jus aos aplausos dos espectadores, já que o adversário largou na frente no terceiro set. Em desvantagem de 4/1, Clezar retomou a concentração e o ânimo, virando o resultado. “Foi um jogo duro, mas eu já esperava isso”, disse o atleta, que vem treinando firme e diz estar com bom preparo físico. Em 2009, ele participou do Circuito Cosat nas etapas do Chile, Uruguai (onde foi campeão), Argentina, Paraguai e também do Banana Bowl. Clezar não terá vida fácil na próxima rodada. Seu adversário será o argentino Andrea Collarini, cabeça-de-chave número 1, que eliminou o mexicano Alfredo Moreno por 6/3, 6/2.

TIAGO FERNANDES – Sob os olhos do técnico Larri Passos, o alagoano Tiago Fernandes também avançou à terceira rodada da Copa Gerdau. Ele derrotou o gaúcho Eduardo Bencke com duplo 6/3 e agora enfrentará o francês Julien Obry, segundo pré-classificado no torneio. Com 16 anos e disputando a categoria 18 masculino, ele mostra preparo e concentração em quadra. “Neste último jogo tive que me concentrar muito, pois a torcida do adversário era forte e, em qualquer vacilo, eles não perdoavam”, contou.

Nascido em Maceió,o tenista mora em Balneário Camboriu (SC), onde treina com Larri Passos. “Acho que estou trilhando o caminho certo rumo à vida profissional. O calendário que o Larri montou pra mim, com treinos e torneios, está muito bom, estou tendo resultado”, avaliou. Este ano ele disputou diversos campeonatos pelo circuito Cosat. Percorreu Colômbia, Equador, Peru, Uruguai, Paraguai e Brasil (Banana Bowl), finalizando o roteiro na Gerdau.

O menino que trocou as piscinas pelas quadras (ele praticava natação até os dez anos), acredita que acertou na escolha. Além de estar fazendo uma boa campanha na Copa Gerdau, ele já jogou ao lado de estrelas do tênis, como Guga Kuerten. Piscina, agora, só para aliviar a tensão após os jogos. “Como a pressão é muito forte, eu procuro relaxar depois das partidas. Converso um pouco com os amigos e nado um pouco”, conta Tiago.

banner
banner