X

Emilio Sanchez: 'Brasil tem 50% de chances contra Colômbia'

Domingo, 08 de março 2009 às 17:39:15 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O adversário do Brasil no Zonal I Americano da Copa Davis foi conhecido neste fim de semana, na Colômbia. No confronto entre os uruguaios e os donos da casa , melhor para os anfitriões, que conquistaram o ponto decisivo e a vaga nas semifinais do maior torneio de tênis entre nações do mundo.

Desta forma o Brasil vai encarar novamente a Colômbia, entre os dias 8 e 10 de maio, por vaga nos Play-offs do Grupo Mundial. Entretanto, o confronto será na casa do adversário que, por sua vez, terá direito de escolha do piso e local dos jogos, no prazo entre 10 e 15 dias.

Depois de vencerem os jogos de simples, com vitórias de Alejandro Falla e Santiago Giraldo, os colombianos ainda conseguiram a classificação neste sábado, com o mesmo Falla e Juan Sebastian Cabal, precisaram de quatro sets para derrubar Marcel Felder e Ariel Behar, com parciais de 6/3 5/7 7/6 (8/6) 6/4, e fecharam 3 a 0.

Diante o resultado a favor da Colômbia, o Coordenador do Tênis Brasileiro, Emílio Sánchez, adiantou as reais chances de o Brasil vencê-la no próximo confronto e ainda citou, de forma positiva, o potencial dos brasileiros. “ Temos 50% de chances de vencer. No meu ponto de vista os colombianos e brasileiros jogam de igual para igual. Está claro que os adversários têm o fator de jogar em casa, em superfície escolhida por eles e altitude a favor deles, mas creio que o Brasil tem potencial para vencer ”, disse o espanhol, que está de volta ao Brasil para dar continuidade no seu projeto, lançado no início do mês passado. “A equipe tem de pensar em ser competitiva para criar oportunidades de ganhar”, completou.

A opinião do atual capitão da equipe brasileira da Copa Davis, Francisco Costa, vai de encontro com a do espanhol que conquistou o título da Copa Davis de 2008 para seu país. Porém, mesmo com o adversário já previsto, Chico adianta que dará início às atividades da equipe brasileira após algumas definições do confronto. “ A gente já esperava que a Colômbia ia ganhar com facilidade, mas vamos aguardar o local e o piso escolhidos por eles para começar a fazer o planejamento da nossa equipe”, declarou.

Esta será a sétima vez que o Brasil e Colômbia vão se encontrar. Rm 1969 (Bogotá/COL), 1970 (São Paulo/BRA), 1983 (Bogotá/COL), 1985 (Porto Alegre/BRA), 2005 (Bogotá/COL) e 2008 (Sorocaba/BRA), o time canarinho levou a melhor.
banner
banner