X

Israelenses condenam atitude sueca de fechar portões para Davis

Terça, 03 de março 2009 às 17:12:09 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Cerca de 100 jornalistas estiveram presentes na primeiro coletiva de imprensa prévia ao duelo Suécia x Israel que acontece em Malo no próximo final de semana. A questão principal foi a determinação dos dirigentes suecos em fechar portões para a torcida nos jogos.

Os tenistas israelenses criticaram a atitude que foi motivada por possíveis protestos que são esperados por milhares de pessoas nos arredores do ginásio.

"Foi uma decisão ruim para nós, para o esporte, para os jogadores suecos e todo mundo. Parece feio para o mundo envolver política com esporte, a pior coisa que poderia se ter feito", disse o duplista top 10 Andy Ram que na semana passada esteve envolvido em uma polêmica sobre sua permissão em entrar nos Emirados Árabes para jogar o torneio de Dubai. Depois de muita negociação e pressão até mesmo de Washington, o visto foi liberado: "Semana passada estive em Dubai, a primeira vez de um israelense jogando tênis em um país muçulmano. Isso mostrou que não necessário envolver política com o esporte".

Tenista número 1 de simples, Dudi Sela também apresentou seu ponto de vista: "Foi uma decisão estranha. Algo tomado pelos suecos, muito infeliz, mas temos que jogar nosso melhor tênis".
banner
banner