X

O problema de Sharapova é o amor e não o ombro, afirma pai de tenista

Quinta, 12 de fevereiro 2009 às 09:20:00 AMT

Link Curto:

Sharapova - Namorado
Ninguém sabe explicar ao certo a gravidade da lesão no ombro de Maria Sharapova. A ex-número 1 do mundo está fora das quadras desde agosto passado e dese então vem renunciando aos torneios (Us Open, Aberto da Austrália e agora Dubai e Paris) em cima da hora alegando dores no mesmo local como motivo. Mas, a explicação pode estar em outro detalhe que não é físico e sim emocional.

Na semana passada, o capitão russo do time da Copa Davis e da Federation Cup, Shamil Tarpischev, havia assinalado que os problemas da tenista estavam mais na parte mental, tese que foi explicada com mais detalhes pelo pai de Anna Chakvetadze, top 20 do ranking e compatriota de Sharapova, Dzhamal Chakvetadze.

"A cabeça de Sharapova não está mais no tênis e sim no amor. Falei, há alguns dias, com seu pai (yuri Sharapov, que também treina a tenista) e ele não sabe o que fazer, perdeu toda a influência sobre sua filha. Durante esses seis meses fora, Sharapova se acostumou a boa vida, ao amor e agora não quer nada mais do que isso", disse Dzhamal se referindo a Charlie Ebersol, atual namorado de Maria Sharapova.

Sharapova, que já ganhou três Grand Slams, tem apenas 21 anos e ultimamente vem ganhando a vida como modelo, desenhando roupas e desde o ano passado se relaciona com o multmilionário Charlie Ebersol, filho de um magnata americano.

A musa recentemente anunciou que deve estar voltando às quadras em Indian Wells ou Miami.
banner
banner