X

Bellucci 2x0 Starace. Alves 0x2 Robredo. Veja como foi!

Segunda, 09 de fevereiro 2009 às 23:13:26 AMT

Link Curto:

Thomaz Bellucci - Ao Vivo

Bellucci pega Starace por vaga nas oitavas no Sauípe. Clique Aqui e Acompanhe Ao Vivo!

Ao longo de oito anos de realização, o Brasil Open tem conseguido cumprir com o seu objetivo de dar oportunidade aos tenistas brasileiros. Dois desses exemplos entram em quadra nesta terça-feira (10/02): Thomaz Bellucci estréia contra o italiano Potito Starace, enquanto Thiago Alves joga a primeira rodada contra o espanhol Tommy Robredo.

"Foi aqui onde tive a oportunidade de disputar meu primeiro torneio de ATP", diz Bellucci, relembrando a participação no ano passado na Costa do Sauípe, quando caiu na primeira rodada diante do equatoriano Nicolas Lapentti. "Era tudo novo pra mim, estava nervoso e não consegui jogar bem", completa o tenista que, mesmo assim, aproveitou a oportunidade para mais tarde se transformar no jogador número 1 do país no ranking mundial.

Um ano depois, Bellucci entra direto na chave principal como a maior esperança da torcida nacional. Atual 84º do mundo, ele garante estar muito melhor preparado para seu reencontro com o Brasil Open, agora diante do italiano posicionado no 66º lugar da lista da ATP. "Será um jogo duro, sem dúvida. Mas treinei bem, estou com ritmo e confiante para fazer um bom torneio", explica.

Neste início de temporada, Bellucci, de 21 anos, caiu na estréia no Aberto da Austrália e na segunda rodada de Viña del Mar. O italiano de 27 anos perdeu nas estreias dos três torneios que disputou, o Aberto australiano, Doha e Sydney.

Assim como Bellucci, Thiago Alves também jogou seu primeiro ATP na Costa do Sauípe. Foi em 2001, quando perdeu na estréia para o argentino Guillermo Cañas. O evento serviu como "trampolim" para Alves no circuito profissional: ganhou experiência, também virou o brasileiro melhor ranqueado na lista mundial e ocupou lugar entre os top 100 do circuito em 2006.

"O Brasil Open foi a minha porta de entrada para o circuito e onde consegui a maior vitória até hoje", destaca Alves, pontuando o triunfo da primeira rodada de 2007 sobre o espanhol Carlos Moyá, ex-número 1 do mundo e campeão de Roland Garros. A eliminação, no entanto, veio na rodada seguinte diante do argentino Juan Monaco. Alves guarda boas recordações das suas duas primeiras participações, mas quer ir longe desta vez. "Gosto de jogar aqui. A torcida é um ‘combustível' a mais pra mim. Estou bem física e tecnicamente e estou treinando firme para fazer um grande torneio", avisa.

Será o primeiro confronto de Alves e Robredo, 19º do mundo e segundo cabeça-de-chave do torneio. O paulista de São José do Rio Preto vem de derrota na estréia em Johanesburgo para o francês campeão Jo-Wilfried Tsonga, enquanto o espanhol chegou nas oitavas-de-final do Aberto da Austrália.

Mais dois - A chave principal do Brasil Open ganhou presença de mais dois brasileiros. os paulistas Daniel Silva e Caio Zampieri garantiram vaga ao passar pelo classificatório. Nesta segunda-feira, Silva bateu o espanhol Miguel Lopes Jaen por 5/7, 7/6 (8/6) e 6/3, enquanto Zampieri marcou 3/6, 7/6 (7/5) e 7/6 (10/8) sobre João Olavo Souza, o Feijão.

Nesta terça-feira, pela primeira rodada Zampieri enfrenta o italiano Fabio Fognini, 92º do mundo, e Daniel faz um duelo de canhotos com o francês Nicolas Devilder, 64° na lista da ATP.
banner
banner