X

Daniel sente lesão e desiste do Brasil Open

Sexta, 06 de fevereiro 2009 às 14:41:55 AMT

Link Curto:

Marcos Daniel - Bogotá 08 II
Por Fabrizio Gallas

O brasilerio Marcos Daniel, número 90 do mundo, desistiu nesta sexta-feira de disputar o Brasil Open, maior evento do país disputado nas quadras de saibro da Costa do Sauípe (BA). Assim, o Brasil perde seu número dois e por enquanto terá Thomaz Bellucci, Thiago Alves e Ricardo Hocevar para a chave principal da competição que distribui US$ 560 mil em prêmios.

O motivo da desistência de Daniel foram dores no antebraço direto sentidas pela primeira vez nos treinos para o Aberto da Austrália em Melbourne. O gaúcho lamentou o segundo problema em 2009 que vem logo após a lesão no glúteo que o fez desistir na segunda rodada do Aberto de São Paulo.

"Parece que estou zicado. Comecei a aumentar meu ritmo de treino na Austrália e aí apareceram as dores. Estava jogando bem nessa semana contra o (Potito) Starace - em Viña del Mar - , fiz 2/0 no segundo set, mas as dores vieram. Levei até o último dia minhas esperanças de jogar no Brasil Open, mas não dava", disse o tenista de Passo Fundo que pretende a voltar no meio da próxima semana aos treinos.

"Já consultei médicos e devo voltar a treinar na terça ou quarta-feira, não foi nada grave. Não sei se eu volto a jogar na próxima semana em Buenos Aires. Se tudo correr bem e eu entrar na chave (ainda precisa de duas desistências) acho que consigo viajar. Mas se depender do quali ficará difícil pois terei pouco tempo pra treinos, aí meu ano começará em Acapulco", continuou Marquito que não defende pontos no Sauípe.

Daniel abre uma vaga para o chileno Paul Capdeville e deixa Thiago Alves a apenas uma desistência de não precisar do convite oferecido pela organização para o Brasil Open. O paulista de São José do Rio Preto pode entrar até com a abertura dos special-exempt, vagas destinadas a tenistas que estejam fora da chave principal e que façam semis na semana anterior, dando assim um wild-card a mais de opção para a organização. Para isso, ele precisa contar com derrotas hoje de Pablo Cuevas, do Uruguai, e Juan Ignacio Chela, da Argentina, no ATP de Viña del Mar.
banner
banner