X

Ídolo espanhol afirma que Federer percebeu que pode não mais voltar ao topo

Quarta, 04 de fevereiro 2009 às 10:29:01 AMT

Link Curto:

Federer - Basiléia 08 III

Leia Mais:
Nadal não repreende Phelps por fumar maconha
Racismo contra tenista tira do ar filha de ex-minitra britânica
Clijsters pode voltar ao circuito

Andrés Gimeno, ídolo do tênis espanhol, campeão de Roland Garros em 1972 e finalista do Aberto da Austrália em 1969, declarou que o choro de Roger Federer tem um motivo claro: ele percebeu que pode não mais voltar ao topo. O ex-tenista declarou ainda que Nadal não só vai ser o maior tenista da Espanha como caminha para ser o melhor atleta espanhol de todos os tempos.

"Acredito que Federer se deu conta de que tem poucas possibilidades de ser o número 1 do mundo e de ganhar outro Grand Slam. Há alguns anos, ele era o "Rei da Grama" e o "Rei da Quadra Rápida", mas agora Rafa já venceu nos dois pisos e aumentou a diferença sobre o saibro" - declarou.

Gimeno não descartou um possível Grand Slam do espanhol em 2009: "Se já ganhou o Aberto da Austrália, se sempre vence Roland Garros, se já ganhou Wimbledon, veremos como estará fisicamente no US Open. Até lá, poderemos falar de um novo Grand Slam depois de muito tempo".

Segundo ele, depois que acabar a carreira de Nadal, muitos questionamentos irão acabar: "Não podemos dizer que já chegou lá, pois está em atividade, mas Rafa será o maior tenista da história deste país. Inclusive, vai ser o maior atleta da Espanha de todos os tempos" - sentenciou.
banner
banner