X

Daniel sente dores, se poupa para Austrália e desiste de SP

Quarta, 07 de janeiro 2009 às 12:44:05 AMT

Link Curto:

Marcos Daniel - SP 09

Por Fabrizio Gallas, direto de São Paulo (SP)

O gaúcho Marcos Daniel, número dois do Brasil, não aguentou dores derivadas de um estiramento no músculo do glúteo esquerdo e desistiu de participar do duelo oitavas de final que faria com João Olavo Souza, o Feijão, no Aberto de São Paulo, segundo maior torneio do país.

O tenista de Passo Fundo sentiu o problema na primeira rodada ao se esticar para bater um golpe angulado do habilidoso espanhol Fernando Vicente. Ele chegou a treinar no fim da manhã desta quarta com o argentino Sebastien Decoud: "Bati bola por 35 minutos, mas não dá pra jogar hoje, fiquei travado na hora de devolver saque principalmente. Ontem tava com dor, mas estava quente e deu pra segurar no saque," disse o tenista número 102 do ranking.

Outro motivo da retirada de Daniel é não arriscar o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada que será disputado a partir do dia 19 em Melbourne: "Com certeza dará pra jogar na Austrália sim. O médico me disse que em quatro ou cinco dias fico bom. Queria estar direto aqui em SP, mas vou retornar a Camboriú e no dia 14 viajo pra Melbourne".

Com a baixa, o torneio paulista perde seu principal cabeça de chave e atual semifinalista. João Souza (AMil/Wilson), número 208 da tabela, que derrotou Kristian Pless, da Dinamarca, na primeira fase, passa automaticamente para as quartas de final.

"Uma pena, fico muito triste pelo Marquito pela lesão. Eu estava bem motivado para jogar essa partida, seria muito legal enfrentá-lo na quadra central, mas isso faz parte", disse Feijão que passa pela primeira vez às quartas de final da competição paulista.

Nesta sexta-feira, o jovem de 20 anos, que treina no CT da Amil no Rio de Janeiro (comandado por Ricardo Acioly), deve retornar à quadra para enfrentar Franco Ferreiro, 199o. e quinto do país, brigando pela semifinal: "Conheço bem ele. Moramos dois anos juntos, jogamos várias vezes. Será uma partida complicada, mas vou ter um dia a mais de descanso para me preparar melhor e espero seguir vencendo".

Feijão e Ferreiro se enfrentaram seis vezes no circuito. O tenista de Uruguaiana (RS) levou a melhor em cinco, mas João Souza venceu o último em 2008 no challengers de San Louis Potosi (México) por 6/1 6/4.
banner
banner