X

Acasuso não busca justificativa pela derrota e lamenta novo fracasso

Segunda, 24 de novembro 2008 às 12:09:49 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Os ecos da Copa Davis continuam passando pela Argentina. José Acasuso, que novamente foi o tenista a levar o ponto decisivo em uma final da Davis, não quis procurar justificativas pela derrota.

"Embora tenha estado mal fisicamente, não deixaria de jogar jamais. Entrei pela lesão de um companheiro" - disse "Chucho", como é carinhosamente chamado pelos argentinos, sem culpar a dor pela derrota.

Já o seu técnico, Gustavo Luza, tentou tirar o peso da derrota dos ombros do pupilo: "É preciso entender que o que passou com Chucho foi lógico. Em uma equipe com dois tenistas de outra categoria, como Nalbandian e Del Potro, ele chegou como coadjuvante. E entrar da maneira que entrou não é fácil, e difícil de se soltar. Ele fez uma grande partida e mostrou muita atitude" - elogiou.

Acasuso também lembrou da derrota sofrida diante dos russos na final de 2006 em Moscou, quando perdeu o quinto e decisivo jogo para Marat Safin: "Quatro dos cinco membros dessa equipe, inclusive eu, estavam em Moscou em 2006 quando fracassamos diante da Rússia, e por isso perder de novo foi duplamente doloroso. Tivemos por duas vezes a oportunidade de vencer a Copa Davis e entrar para a história, e dessa vez, mais do que nunca, nós podíamos ter ganho, então não há como negar que estamos muito tristes", lamentou-se.
banner
banner