X
banner

Roddick sofre mas chega as semi

Sábado, 19 de março 2005 às 11:43:08 AMT

Link Curto:

Roddick x Davydenko
O norte-americano Andy Roddick justificou novamente a fama de "caseiro" ao avançar, na madrugada deste sábado, para a semifinal do Masters Series de Indian Wells. O terceiro do ranking virou sobre o espanhol Carlos Moyá em uma hora e 53 minutos de partida, com parciais de 6/7 (4/7), 6/4 e 6/1.


Roddick marcou 43 winners e 13 aces, o mais rápido a 224 km/h. Além do saque, o norte-americano precisou de cabeça fria para vencer: no nono ponto do desempate, o árbitro Lars Graff viu um toque na raquete de Roddick após devolução de Moyá que fatalmente sairia. O lance revoltou o ídolo local, que perguntou ao juiz se ele tinha total certeza sobre a marcação.

"Eu tentei esquecer esse lance com toda minha força, pois foi um ponto muito importante. Mas a verdade é que nem eu sei se a bola realmente tocou na raquete. Eu acho que não", comentou o norte-americano, que chega assim à quarta semifinal na temporada - foi campeão em San Jose e atingiu a penúltima rodada do Aberto da Austrália e do torneio de Memphis.

Dono de 12 títulos nos EUA, Roddick busca neste sábado sua 25ª final contra o australiano Lleyton Hewitt, que avançou à semi com a desistência do norte-americano Andre Agassi, contundido. No confronto direto, a vantagem pertence ao bicampeão da Corrida, com cinco vitórias em seis partidas, incluindo nas duas mais recentes (semifinais do Masters de Houston e do Aberto da Austrália).

"Não sei se já vi alguém derrotar Lleyton psicologicamente, sobretudo em jogos de dois ou três sets", admitiu o norte-americano, prevendo dificuldades. "Não dá para imaginar o que vai acontecer, mas tentarei usar minha potência para vencê-lo. Ele é o tipo do cara que, se necessário, fica dias na quadra, então terei de buscar a linha", adiantou.
banner
banner