X

Nadal passa por Murray e atinge 16ª final de Masters Series em Toronto

Sábado, 26 de julho 2008 às 23:00:00 AMT

Link Curto:

Nadal - Toronto 08 V
O espanhol Rafael Nadal segue impossível. Na noite deste sábado ele passou pelo britânico Andy Murray, nono do ranking, por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (7/2) 6/3 após 2h02min de partida. O número dois do mundo disputa o título do Masters Series de Toronto neste domingo às 14h30 contra o alemão Nicolas Kiefer.

O tenista de Manacor segue invicto no circuito há 28 jogos. Sua última derrota foi na primeria rodada de Roma no início de maio e de lá pra cá só títulos em Hamburgo, Roland Garros, Queen´s e Wimbledon.

Rafa alcança também sua 16ª final de Masters Series onde buscará seu 12º troféu, o segundo no Canadá, buscando repetir o feito de Montreal em 2005. Nesta temporada é a nona final do espanhol que lutará por sua sétima conquista. < br>
Para levantar o caneco ele precisará bater o alemão Kiefer, 37º do mundo, que superou hoje o francês Gilles Simon, 22º colocado e algoz de Roger Federer, por 6/7 (7/4) 6/3 7/6 (7/5) após três horas de partida. Será o quarto jogo entre os dois e o vice-líder do ranking venceu todos até agora, o último no Grand Slam britânico por 3 sets a 0.

O jogo

A primeira parcial foi muito disputada. Murray não se intimidou e partiu pra cima com muita agressividade, com ótimos saques e finalização rápida dos pontos. Nadal manteve seu jogo eficiente no fundo, mas não conseguiu pressionar o saque do rival. Sem chances para nenhum dos lados, o jogo foi ao tie-break e Nadal foi melhor na parte mental aproveitando dois erros não-forçados e uma dupla-falta de Murray para fazer 7/6 (7/2)após 1h.

No intervalo de sets Murray pediu a presença do fisioterapeuta para um problema no joelho direito. No retorno, ele teve suas duas primeiras chances logo no terceiro game, mas Nadal jogou bem em uma e ele cometeu erro na outra. Logo no game seguinte o tenista de Manacor foi pra cima, contou com equívoco do oponente e na primeira oportunidade quebrou, abrindo 3/1. Murray não se deu por vencido, devolveu a quebra e com muita luta igualou o jogo. Mas o espanhol foi pra cima tornou a quebrar no oitavo game, abriu 5/3 e fechou por 6/3 no terceiro match-point.

Com a final em Toronto Nadal já soma 350 pontos no ranking. Como descarta 25 pelo desempenho em Rotterdam, teria no total 325 indo a 6.155, dimunindo sua vantagem em relação a Roger Federer para apenas 450.
banner
banner
banner