X

Tenistas do future de Jaú estão em seus melhores momentos

Quarta, 23 de julho 2008 às 10:19:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A primeira lista de inscritos para o Reval Leadership Championship, que foi divulgada nesta terça-feira, 22, mostra que o torneio terá alto nível técnico, pois a maioria dos jogadores relacionados está em ascensão no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Tanto os jovens brasileiros quanto os argentinos e outros estrangeiros passam por bons momentos na temporada 2008.

O paranaense Alexandre Bonatto, 23 anos e 421º do ranking, por exemplo, disputou fortes competições na Europa no início do ano, alcançando a semifinal de um Future na Itália e mais três no Brasil. Recentemente foi vice-campeão de um torneio no Paraguai. O gaúcho Marcelo Demoliner, 19 anos e 579º, também jogou no Velho Continente no começo da temporada e, em seguida, fez quartas-de-final em três Futures brasileiros consecutivos e uma semi. O brasiliense Eládio Ribeiro Neto, 22 anos e 806º, começou 2008 jogando qualifyings, mas ultimamente foi quadrifinalista de quatro Futures. O carioca Fernando Romboli, 19 anos e 818º, foi top 5 juvenil no ano passado e vai pavimentando sua estrada no profissionalismo nesta temporada. Após um período na Itália, o garoto retornou ao País fazendo quartas e semi nos torneios nacionais.

Além destes nomes, promessas como os mineiros André Pinheiro , 19 anos e 954º, e Caio Burjaili, 20 anos e 1083º; os paulistas Cledson Carvalho, 22 anos e 1003º; Rafael Garcia, 19 anos e 1042º; Danilo Ferraz, 18 anos e 1081º; André Stabile, 18 anos e 1163º, e outros tantos, certamente proporcionarão um belo espetáculo nas quadras de saibro do Caiçara Clube de Jaú.

Argentinos – No entanto, não só os brasileiros passam por boa fase. Os argentinos também chegarão com uma “legião” de jovens em busca de pontos no ranking. Um deles é Juan Pablo Amado, 22 anos e 518º na ATP. Neste ano ele vem fazendo campanhas excelentes em Futures, com duas quartas-de-final, cinco semis e um título conquistado na semana passada. Seu compatriota, Andres Molteni, 20 anos e 548º, também ganhou um torneio em 2008. Assim como Cristian Benedetti, 21 anos e 560º, que ainda ficou com o vice em outro e mais fez mais duas semifinais no ano. Em ascensão também vem Nicolas Jara Lozano, 21 anos e 707º; Federico Cavallero, 20 anos e 717º; e Juan Pablo Yunis, 21 anos e 808º. Isso apenas para citar alguns. Por fim, em boa fase também está o uruguaio Federico Sansonetti, 21 anos e 759º, que fez uma semifinal e três quartas nesta temporada.

Na lista há ainda tenistas mais experientes que tentarão barrar os mais jovens. Um deles é o argentino Juan Pablo Guzman, 27 anos e top 100 em 2007, mas que sofreu uma contusão no início deste ano e está longe das quadras desde então. A principal conquista do portenho foi no ATP de Amersfoort em duplas na temporada passada. Outro argentino, Lionel Noviski, 25 anos e 501º, tem reencontrado o tênis que o levou ao top 400 em 2006 e, há uma semana, ganhou um torneio. Pelo Brasil, Leonardo Kirche, 23 anos e 576º, também tem conseguido boas campanhas ultimamente com duas semifinais e um vice-campeonato nos Futures brasileiros.
banner
banner
banner